Curso promovido pelo HCFMB tratou sobre recusa alimentar na infância

0
38

Capacitação foi aberta a profissionais interessados no assunto e também para mães da comunidade

Na última sexta-feira, 26, foi realizado no Anfiteatro da Patologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) o curso sobre “Recusa Alimentar na Infância – Como Identificar e Tratar”. O evento foi organizado pelo HCFMB, pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), pelo Núcleo de Eventos CientíficosDGAA e pelo Serviço de Fonoaudiologia do HCFMB. Foi aberto aos profissionais interessados no assunto e também para as mães de toda comunidade.

Para  Priscila Ribeiro, diretora do Serviço de Fonoaudiologia do HCFMB, a ideia desse evento surgiu de algumas questões que vêm sendo discutidas dentro dessa área. “Observamos que muitas crianças têm apresentado essa dificuldade na hora da alimentação. E os fonoaudiólogos têm atuado nessas situações junto com a equipe multiprofissional”, explica.

Por se tratar de um evento aberto às mães, a intenção era tratar de vários assuntos dentro do tema principal. “O curso é bem integrado, contando com a presença de pediatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos e nutricionistas, para que a discussão fique bem abrangente”, completa Priscila.

A primeira aula foi sobre “Seletividade Alimentar: Entendendo o Desenvolvimento Infantil”, ministrada pela gastopediatra Dra. Mary Carvalho. Em seguida, houve a apresentação da psicóloga Eloísa Dib, que falou sobre “A Criança, o Alimento e a Família”. Ao final da sua explicação, a psicóloga abriu o espaço para algumas perguntas da platéia. E para finalizar este período, a terapeuta ocupacional Natália Camargo abordou o tema “Integração Sensorial na Alimentação”.

A primeira palestra da parte da tarde foi ministrada pela nutricionista Dyandra Loureiro. O tema abordado foi a “Relação do Prazer Alimentar e a Nutrição”. Dyandra falou sobre os diferentes tipos de fome despertados na criança e sobre a importância do compartilhamento das refeições. Ela ainda relatou alguns casos para mostrar a evolução deles após o início do tratamento. Apresentou também estratégias para sanar tais problemas durante o todo o período de acompanhamento da criança.

Para encerrar o evento, a fonoaudióloga Rosana Magagnini ministrou a aula com tema “Habilidades Motoras Orais e a Recusa Alimentar”. Rosana salientou a importância do diagnóstico de possíveis dificuldades motoras orais como principal motivo da recusa alimentar da criança. Além disso, citou diversos casos que acompanha e compartilhou estratégias de tratamento para esses pacientes.

Juliana Pinheiro e Mariana Camargo – 4toques Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here