Dia Latino-Americano da Proteção Radiológica – segurança para todos

0
82

No dia 15 de abril de 1996, o reconhecido médico e físico argentino Dr. Dan Benison, especialista em proteção radiológica, recebeu o Prêmio Sievert, reconhecimento máximo dessa especialidade. Por este motivo, foi instituído o Dia Latino-Americano da Proteção Radiológica, com o intuito de conscientização sobre a execução das práticas com radiação ionizante com segurança, responsabilidade e competência.

Em 2018, foi criado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) o Centro de Física Médica e Radioproteção (CFMRp), responsável pela disseminação de informações, ações e treinamentos, preservando a segurança e a saúde da população no âmbito de proteção radiológica. As principais áreas que utilizam radiação são: salas de Raios-X, Centro Cirúrgico, Tomografia Computadorizada, Hemodinâmica, Medicina Nuclear e Radioterapia.

Para o HCFMB, esta data é muito importante, já que foca na preocupação com servidores que atuam como Indivíduos Ocupacionalmente Expostos (IOE’s), e pela qualidade da imagem e dose em diagnósticos e tratamentos com radiação ionizante. Muitos profissionais de outros serviços têm pouco ou nenhum conhecimento sobre proteção radiológica, e muitos não têm suporte de um Centro de Física Médica qualificado, para ações e informações a respeito da melhor proteção para o paciente e para o funcionário.

O CFMRp do HCFMB proporciona aos seus pacientes e IOE´s a escolha dos melhores Equipamentos de Proteção Individual (EPIs); a promoção da qualidade nos equipamentos emissores de radiação; ações que visam à diminuição de pedidos de exames desnecessários com radiação; a redução de dose nos trabalhadores, além de um melhor tratamento e diagnóstico com doses tão baixas quanto possível (sem, contudo, comprometer o tratamento ou a qualidade da imagem). A melhor ação para se proteger dos riscos da radiação é a divulgação de informação de qualidade, amparada em conceitos científicos e em normativas. Uma equipe qualificada e capacitada garante que um ambiente onde se presta assistência é seguro.

A radiação ionizante não deve ser temida, e utilizada com responsabilidade e competência, para diagnosticar e tratar possíveis doenças, mas principalmente salvar vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here