IV Simpósio de Farmácia do HCFMB apresentou os desafios e avanços na atenção hospitalar

0
74

Evento foi direcionado a residentes, alunos de graduação e pós-graduação, além de profissionais de Farmácia

Nos dias 26 e 27 de outubro foi realizado, no Espaço IB Eventos (Câmpus da Unesp – Rubião Júnior), IV Simpósio de Farmácia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), com o tema: “Desafios e avanços na atenção hospitalar. O evento foi direcionado a residentes, alunos de graduação e pós-graduação, além de profissionais de Farmácia.

A mesa de abertura foi composta pelo superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi; pela diretora da Seccional do Conselho de Farmácia de Avaré, Mauren Luciana Estevam e pelo organizador do Simpósio, o farmacêutico Adriano Santos, supervisor do Núcleo de Farmácia do HCFMB.

Durante a cerimônia que abriu os trabalhos, Dr. André Balbi destacou a relevância do Simpósio, que está em sua quarta edição. “O evento é muito importante. Nosso Hospital também é escola e sempre está se atualizando. Isso mostra a capacidade de inovação da farmácia do HC”, cita.

A primeira palestra “Gestão de Farmácia Hospitalar – Aspectos Técnicos e Administrativos” foi ministrada pelo farmacêutico do Hospital da Polícia Militar e coordenador da Comissão Assessora de Farmácia Hospitalar do Conselho Regional de Farmácia (CRF) – SP, José Ferreira Marcos. O profissional pontua duas frentes importantes para a gestão hospitalar. “A gestão de pessoas (liderança) e o desafio do farmacêutico com o envelhecimento da população (idosos) ”.

O organizador do evento, Adriano Santos, fala sobre o objetivo deste Simpósio. “É a busca por estarmos preparados para enfrentar desafios da atenção à saúde. Temos que ter um novo olhar para o cuidado com os pacientes”, conta.

Para finalizar o primeiro dia do Simpósio, houve a apresentação de trabalhos de residentes e alunos de graduação da área de Farmácia. Os temas expostos foram: “O residente farmacêutico na equipe multiprofissional do serviço de terapia nutricional: um relato de experiência”, de Cíntia Maria Bertáglia Luizetto; “O cuidado farmacêutico na atenção primária à saúde”, de Matheus Rodrigues dos Santos e “Atendimento Clínico Farmacêutico a pacientes com Diabetes Mellitus com falta de efetividade e/ou adesão ao tratamento: relato de experiência”, de Noemi Luana da Silva.

Segundo dia – No sábado, 27, a primeira palestra do dia foi ministrada pelo Dr. Luis Gustavo Langoni Mariotti, médico do Serviço de Cuidados Paliativos do HCFMB. Ele falou sobre a “Abordagem e Tratamento Prático da Dor em Cuidados Paliativos”. O palestrante traçou um panorama em relação aos Cuidados Paliativos, destacando que se trata de uma abordagem multiprofissional, que tem como objetivo a melhoria na qualidade de vida do paciente e seus familiares, diante de doença ou condição que ameace a vida.

Em seguida, foi a vez de Fernando Pugas, diretor do Núcleo de Assistência Farmacêutica do Departamento Regional de Saúde (DRS 6) de Bauru. O tema de sua apresentação foi “A influência da Judicialização da Saúde na Assistência Farmacêutica”. “É uma prática que privilegia apenas uma pequena parcela da população, ou seja, aqueles que têm acesso a informações. Com isso, é preciso destinar mais remédios para sentenças individuais em comparação com o que é distribuído para a coletividade”, destaca.

Maicon Zanon, biologista especialista em Citogenética no Laboratório de Citogenética (Centro de Diagnóstico Molecular do Hospital do Câncer de Barretos), palestrou sobre “Noções de Citogenética Clássica e Molecular no Diagnóstico de Doenças Oncológicas”. Ele explicou aos presentes de que maneira a Citogenética pode ser usada para entender as mutações genéticas que causam o câncer, com o objetivo de oferecer subsídios para o desenvolvimento de tratamentos personalizados.

Simpósio satélite – Dra. Aline Zamboni Machado, representante da empresa Roche – apoiadora do Simpósio -, abordou “Os Desafios dos Medicamentos Biológicos e Farmacovigilância”.

Encerrando o Simpósio, Vanusa Barbosa Pinto, diretora da Divisão de Farmácia do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), propôs uma reflexão sobre “Os desafios da Implantação e Estruturação da Farmácia Clínica no Serviço Público”.

Ao final, ainda houve a premiação dos trabalhos apresentados pelos médicos residentes e alunos de graduação do curso de Farmácia e também sorteio de brindes.

Confira a relação dos trabalhos vencedores:

1º Lugar

MATHEUS RODRIGUES DOS SANTOS

Tema: O Cuidado Farmacêutico na Atenção Primária à Saúde

2º Lugar

CINTIA MARIA BERTAGLIA LUIZETTO

Tema: O residente farmacêutico na equipe multiprofissional do Serviço de Terapia Nutricional: um relato de experiência

3º Lugar

NOEMI LUANA DA SILVA

Tema: Atendimento clínico farmacêutico a pacientes com diabetes mellitus com falta de efetividade e/ou adesão ao treinamento: relato de experiência

Daniela Fioretto e Leandro Rocha – 4toques Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here