Aula 01. Redução de Consumo de materiais para curativos
Aula 02. Conectores e conexões: Um problema que afeta a segurança do
Aula 03. Uso de ferramentas de qualidade: contribuição à segurança do paciente
Aula 04. Atuação da Comissão de Avaliação e Prevenção de lesões de pele
Aula 05. Processo de implantação do Projeto de Dupla Checagem de Medicamentos Potencialmente Perigosos – MPP / A importância da conscientização dos profissionais, alunos, pacientes e acompanhantes sob
Aula 06. Lesão por Pressão: estratégias para monitoramento, notificação, provisão de material adequado e economia real
Aula 07. Impacto do Serviço da Unidade Respiratória na Segurança do Paciente
Aula 08. Protocolos Clínicos Multiprofissionais Gerenciados
Aula 09. Reações Transfusionais Imediatas
Aula 10. A Comunicação Consciente e seu valor para a Segurança do Paciente
Aula 11. Governança Clinica
Aula 12. Formulários de Notificação de Sistemas de Farmacovigilancia da América Latina: Análise comparativa
Aula 13. Correlações entre as bases de dados do registro de medicamentos biológicos e do NOTIVISA
Aula 15. Farmácia Clínica um Relato de Experiência
Aula 16. Estratégias para Empoderamento do Paciente
Aula 17. O uso de dados de Tecnovigilância na Avaliação de Tecnologias da Saúde – ATS
Aula 18. Análise das Notificações, de Cosmetovigilância, realizadas pelos Hospitais.
Aula 19. Protocolos Transfusionais
Aula 21. Omissão na administração de medicamentos
Aula 22. Experiência em Recuperação Intraoperatória de Sangue (RIOS) no IJF
Aula 23. Tratativa dos Eventos Sentinela do Instituto Dr. José Frota – Conquistas e Desafios
Aula 25. Segurança na Terapia Nutricional
Aula 26. Alta qualificada
Aula 27. Aplicação do FMEA – Processo medicação em Unidades de Internação
Aula 28. Reações Transfusionais
Aula 29. Programa de Gerenciamento de Tecnologias Biomédicas

Aula 01 – “A implantação do protocolo de identificação do paciente no Hospital Arnaldo Gavazza”
Aula 02 – O enfermeiro como educador na reabilitação cardíaca
Aula 03 – Gestão da qualidade conforme requisitos ISO 9001:2008
Aula 04 – Medidas preventivas de PAV no CTI do Hospital Arnaldo Gavazza
Aula 05 – O Serviço de Ouvidoria como ferramenta de suporte estratégico à tomada de decisões no campo da gestão.
Aula 06 – Atuação do Farmacêutico na Farmácia Clínica
Aula 07 – A Farmacovigilância no novo tratamento da Hepatite C
Aula 08 – Política de gestão da qualidade e segurança – Como construímos um modelo de excelência
Aula 09 – TEV – A Busca da Certificação por Distinção
Aula 10 – Farmacia Clinica – Um modelo de gestão com foco na segurança do paciente
Aula 11 – Registro seguro– um desafio de todos!
Aula 12 – Erro de Medicação – Avanços e Perspectivas da Farmacovigilância
Aula 13 – Desafios da Terapia Nutricional no Doente Grave – Experiência da EMTN do HSR
Aula 14 – Resultado da excelência do manejo da UP: Intervenção da Estomaterapia junto à equipe multidisciplinar
Aula 15. Ações de vigilância sanitária para prevenção e redução dos erros de medicação
Aula 16. Segurança no processo transfusional: ações de melhorias implementadas no HC-UFTM
Aula 17. Monitoramento dos Medicamentos Potencialmente Perigosos (MPP) no HC-UFTM: ações de baixo custo que levaram a bons resultados
Aula 18. Segurança do Paciente na Unidade de Terapia Renal do HC-UFTM: Integrando equipe e usuário
Aula 19. O Impacto da Metodologia da Qualidade e Segurança nos Resultados do Serviço de Hemodiálise no HSR
Aula 20. Ações do serviço de Nutrição do HGV/PE frente à qualidade e a segurança do paciente que impactam na terapia nutricional
Aula 21. Ferramenta de gestão Kambam
Aula 23. Gestão de Risco como ferramenta para redução de incidentes
Aula 24. Autoavaliação das Práticas de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde
Aula 25. Centro de Gerenciamento de Informações sobre Emergências em Vigilância Sanitária e-VISA – 09/08/2016
Aula 26. A vigilância de saneantes e a cosmetovigilância
Aula 27. A nova ficha Notivisa para notificação em hemovigilância
Aula 28. Avaliação dos Riscos Assistenciais Relacionados ao Uso de Equipamentos Hospitalares da Unidade de Terapia Intensiva de Adultos de um Hospital Público Municipal de São Paulo
Aula 29. Efeitos de um ciclo de melhoria da qualidade nacional aplicado à estruturação das ações de prevenção das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde em hospitais brasileiros
Aula 30. Incidentes relacionados à assistência à saúde – março/2014 a julho/2016
Aula 31. Perfil do HC/UNICAMP e atuação do núcleo de qualidade e segurança do paciente.
Aula 32. Atuação do Núcleo de Estomaterapia na Prevenção de Feridas.
Aula 33. Novas substâncias, um desafio
Aula 34. Seguimento da Transfusão e sua importância para a Hemovigilância
Aula 35. Lesão por posicionamento cirúrgico e prevenção de queimadura por placa de bisturi / Adaptação de Check-List de cirurgia segura para a realidade do HC
Aula 36. Medidas de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde
Aula 37. Segurança do Paciente: Ações de Prevenção de Queda e Lesão por Pressão
Aula 38. O uso da Tecnologia para segurança do paciente
Aula 39. Segurança do Paciente: Ações do Serviço de Farmácia
Aula 40. Treinamento em Gestão de Risco pelo Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)
Aula 41. Controle de Infecção em Serviços de Diagnóstico e Terapêutica por Imagem

Aula 01 – Abertura – Enfermagem e segurança do paciente: REBRAENSP instrumentalizando a formação profissional no Rio Grande do Sul.
Aula 02 – Eventos Adversos e Incidentes Relatos em Passagem de Plantão e Registrados em Prontuário em Unidade de UTI
Aula 03 – Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente – REBRAENSP
Aula 04 – Gestão Ambiental – Experiência do GHC
Aula 05 – Implantação do Protocolo de Quedas no HNS
Aula 06 – O Papel da Farmácia no Processo de Medicação Segura
Aula 07 – Termo de Consentimento Livre e Esclarecido – Aspectos Éticos e Legais
Aula 08 – Hemovigilância No HNSC
Aula 09 – Gerenciamento de risco e segurança do paciente no HCRP
Aula 10 – Prevenção da Infecção Primária da Corrente Sanguínea – HCRP / Prevenção de Quedas – HCRP
Aula 11 – Segurança da Terapia Medicamentosa HCFMRP/ USP / SUBCOMITÊ de Prevenção de LESÕES DE PELE
Aula 12 – Programa Hospitalar de Prevenção do Tromboembolismo Venoso (TEV) / Comitê HospitalarTransfusional : conquistas e desafios
Aula 13 – Segurança na Terapia Nutricional / Cirurgia Segura
Aula 14 – Protocolo de condutas hemoterápicas: premissa para hemovigilância Fundação Centro Médico de Campinas
Aula 15 – O gerenciamento de risco aplicado a todas as esferas do cuidado – Fundação Centro Médico de Campinas
Aula 16 – Desafios da Implantação Plano de Segurança do Paciente
Aula 17. A Farmácia Clínica e a notificação de incidentes relacionados a prescrição de medicamentos.
Aula 18. Notificação de incidentes de queda
Aula 19. Higiene de mãos: Quais nossos desafios?
Aula 20. “A comunicação no centro do debate – mais que retórica, uma necessidade”
Aula 21. Estudos de Utilização de Medicamentos: exemplos e perspectivas / Monitoramento – Organização do processo de trabalho nas diferentes dimensões do macroprocesso: tecnovigilância
Aula 22. Avaliação Nacional da implantação dos Núcleos de Segurança do Paciente e das notificações dos eventos adversos relacionadas à assistência à saúde.
Aula 23. Sistema Nacional de Biovigilância Nutrivigilância
Aula 24. Processo de Farmacovigilância GEAAR/ GGMON
Aula 25. Tecnovigilância
Aula 26. Monitoramento do risco (novo processo de trabalho) e Nutrivigilância.
Aula 27. Processos de Fiscalização decorrentes das Queixas Técnicas de Medicamentos.
Aula 28. Implantação e seguimento do programa institucional de higienização das mãos do Hospital São Francisco- Ribeirão Preto – SP
Aula 29. Implantação e Seguimento do Programa Institucional de Cirurgia Segura do Hospital São Francisco-Ribeirão Preto -SP
Aula 30. Plano Integrado para a Gestão Sanitária da Segurança do Paciente em Serviços de Saúde
Aula 31. Apresentação da Soft Systems Methodology para a área da saúde.
Aula 32. Aplicação da Soft Systems Methodology na gestão de Prontuários do HUAC
Aula 33. Práticas seguras na prescrição de medicamentos: experiências e desafios no HUAC
Aula 34. Implantação do NSP do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros CISAM/UPE
Aula 35. Nutrivigilância de formulações enterais no contexto da Segurança do Paciente hospitalizado
Aula 36. Projeto Aplicativo: Higienização das mãos como estratégia de qualidade para a assistência
Aula 37. Eventos Adversos do Ciclo do Sangue
Aula 38. Hemovigilância do Doador
Aula 39. Hemovigilância do Receptor
Aula 40. Retrovigilância
Aula 41. Encerramento – Dra. Patrícia Fernanda

Aula 01. Monitoramento das Atividades da Rede Sentinela
Aula 02. Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente no Hospital Anchieta
Aula 03. Estruturação do Núcleo de Segurança o Paciente (NSP) no HC de Porto Alegre.
Aula 04. A Experiencia do Hospital Geral Dr Waldemar Alcantara
Aula 05. Segurança do Paciente e Qualidade em Serviços de Saúde
Aula 06. A implantação do Núcleo de Segurança do Paciente no HCFMUSP
Aula 07. NOTIVISA e o Programa Nacional de Segurança do Paciente
Aula 08. Implantação de um programa de FMGV e Plano de ação para minimização de danos: Implantação do cartão de registro de RAMs.
Aula 09. Implantação do Comitê de Qualidade e Segurança do Paciente no Instituto da Criança HCFMUSP
Aula 10. Programas implantados e desenvolvidos pela Assessoria de Qualidade e Gerência de Risco do Instituto da Criança HCFMUSP
Aula 11. Gestão de Risco Hospital Oncológico de Alta Complexidade
Aula 12. Gestão de Risco sem Serviços de Diagnóstico e Terapêutica de Imagem
Aula 13. Experiência com prevenção de úlcera por pressão em pacientes com lesão medular
Aula 14. Gerenciamento de Risco em Hospital Especializado
Aula 15. Segurança do Paciente: um desafio institucional
Aula 16. Eventos adversos relatados nas passagens de plantão de enfermagem estão anotados nos prontuários dos pacientes internados em unidades criticas?
Aula 17. Indicador Nacional de Infecção Hospitalar – Análise dos dados nas notificações para o Indicador de Infecção em Corrente Sanguínea em Unidade de Terapia Intensiva
Aula 18. Segurança do paciente em unidades de terapia intensiva: Estresse, coping e burnout da equipe de enfermagem e ocorrência de eventos adversos e incidentes
Aula 19. Melhores Práticas em Controle de Infecções Relacionadas à Assistência
Aula 20. Protocolo de tromboembolismo venoso
Aula 21. Experiência em protocolo de sepse na santa casa de Misericórdia de Maceió
Aula 22. Melhores práticas na segurança do uso de medicamentos.
Aula 23. Experiência do HUOL na implantação do núcleo de segurança do paciente
Aula 24. Cirurgias seguras salvam vidas
Aula 25. Hemovigilância
Aula 26. Úlcera por Pressão – Resultado de um Trabalho em Equipe
Aula 27. Segurança na Utilização de Medicamentos
Aula 28. “Gerenciamento de Risco: Programação, organização e planejamento do treinamento emergencial do cuidado que envolve o paciente com diagnóstico do VÍRUS do EBOLA (Logística dos processos envolv
Aula 29. Saúde Pública em Portos, Aeroportos e Fronteiras no Gerenciamento de Emergências em Vigilância Sanitária
Aula 30. Centro de Gerenciamento de Informações sobre Emergências e, Vigilância Sanitária eVISA
Aula 31. Pesquisa Translacional em Enfermagem: O Processamento de Artigos com Vistas à Diminuição do Risco de Infecção nos Procedimentos Invasivos
Aula 32. PESQUISA TRANSLACIONAL EM ENFERMAGEM: O PROCESSAMENTO DE ARTIGOS COM VISTAS À DIMINUIÇÃO DO RISCO DE INFECÇÃO NOS PROCEDIMENTOS INVASIVOS
Aula 33. Pesquisa Translacional em Enfermagem: O Processamento de Artigos com Vistas à Diminuição do Risco de Infecção nos Procedimentos Invasivos
Aula 34. Segurança cirúrgica perioperatória e indicador de prevenção de infecção do sítio cirúrgico
Aula 35 e 36. Notificação de Descontinuação de Fabricação/Importação de Medicamentos: Avaliação de Risco de Desabastecimento
Aula 37. Encerramento

Aula 01. Programa de Segurança: experiência do Hospital Sírio Libanês
Aula 02. Busca ativa de reações adversas – Experiência do Hospital Sírio-Libanês
Aula 03. Aplicação do mapa de risco com instrumento para prevenção de infecção hospitalar durante obras e reformas hospitalares
Aula 04. Programa de Hemovigilância: Experiência do Hospital Sírio-Libanês
Aula 05. Culturas de vigilância como estratégia para controle de microrganismos multirresistentes
Aula 06. Epidemiologia, quadro clínico, diagnóstico e tratamento de Doença por Clostridium difficile
Aula 07. Plano Nacional de Segurança do Paciente
Aula 08. Programa Nacional de Segurança do Paciente
Aula 09. Importância da implementação de um programa de garantia da qualidade em medicina nuclear
Aula 10. Programa Nacional de Segurança do Paciente
Aula 11. Presente e Futuro da Tecnologia Robótica aplicada a Área da Saúde
Aula 12. Telemed2013: presente e futuro da telemedicina
Aula 13. Espaço e tecnologia em Hospitais Públicos (CANCELADA)
Aula 14. Gerenciamento de Riscos em Suporte Clínico Nutricional
Aula 15. A atuação do Hospital Sentinela no processo de hemotransfusão com base nos princípios da hemovigilância e na qualidade da assistência hospitalar
Aula 16. Desenvolvimento de protocolos de neurotrauma nas instituições sentinelas do Brasil.
Aula 17. Canal Saúde – Programa Sala de Convidados
Aula 18. Espaço e tecnologia em Hospitais Públicos
Aula 19. Gerenciamento do risco de queda em ambiente hospitalar.
Aula 20. Lançamento do Blog Rede Sentinelas
Aula 21. Apresentação dos Protocolos Básicos de Segurança do Paciente
Aula 22. Prevenção não medicamentosa de infecções associadas à ventilação mecânica
Aula 23. Vigilância de risco no contexto da infecção hospitalar
Aula 24. Apresentação do livro:“A Regulação de Medicamentos no Brasil”
Aula 25. Aspectos gerais do registro de medicamentos
Aula 26. Gases medicinais e radiofármacos
Aula 27. Nanotecnologia
Aula 28. Ferramentas da Qualidade – conversando sobre o Ciclo PDCA
Aula 29. Aplicação da FMEA em processos de apoio assistencial para melhoria da segurança do paciente
Aula 30. A cultura de segurança na aviação: Um modelo possível de adaptação nos serviços de saúde
Aula 31. Gestão de qualidade em Organizações Prestadoras de Serviços em Saúde
Aula 32. A cultura de segurança do paciente
Aula 33. A organização da tecnovigilância na perspectiva do detentor do registro. A experiência de uma importadora de produtos para a saúde no Brasil
Aula 34 – A organização da tecnovigilância na perspectiva do detentor do registro. A experiência de uma empresa que fabrica e importa produtos para a saúde para o Brasil.
Aula 35 – Resultados preliminares do estudo do MS/IEE-USP sobre as condições de manutenção de equipamentos eletromédicos nos hospitais da rede sentinela.
Aula 36 – Protocolo para a prática de higiene das mãos em serviços de saúde
Aula 37 – Protocolo para Cirurgia Segura
Aula 38 – Protocolo para prevenção de quedas
Aula 39 – Protocolo de segurança na prescrição, Uso e Administração de Medicamentos / Protocolo de Prevenção de úlcera por pressão.
Aula 40 – Protocolos de Segurança na Prescrição, Uso e Administração de Medicamentos
Aula 41: Segurança do Paciente: aspectos globais
Aula 42 – Encerramento 2013

Aula 01. Perspectivas de trabalho para a ANVISA e Rede Sentinela
Aula 02. Segurança do Paciente – Ocorrência de eventos adversos em hospital no Brasil
Aula 03. Próteses mamárias: o que aprendemos com esse caso
Aula 04. Programa preparatório para o XIII Encontro Nacional da Rede Sentinela – Objetivos e resultados esperados
Aula 05 – Redes de Apoio à Vigilância pós-comercialização no Health Canada e FDA
Aula 06. Iniciativa de formulação e validação de metodologias para o gerenciamento de risco e monitoramento de tecnologias
Aula 07. É possível avançar em Farmacovigilância hospitalar? A necessidade do trabalho em rede
Aula 08. Incorporação da Inovação no SUS
Aula 09. BRATS e Saúde & Economia: Ferramentas de avaliação e divulgação de tecnologias em saúde.
Aula 10. Judicialização na Saúde
Aula 11. A incorporação da inovação em Hospitais
Aula 12. Inovação, Informação e Comunicação
Aula 13. O preço da Inovação
Aula 14. A inovação e o sistema produtivo nacional
Aula 15. Descarte domiciliar de medicamentos – Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos
Aula 16. Estudos de utilização de medicamentos: experiência do grupo “Arte e ciência no serviço”
Aula 17. A atuação do farmacêutico hospitalar na segurança do paciente
Aula 18. El Programa Internacional de Farmacovigilancia de la OMS
Aula 19. Aspectos básicos da notificação de eventos adversos a medicamentos
Aula 20. Avaliação e investigação hospitalar de eventos adversos a medicamentos: Estudos de casos
Aula 21. Resultados parciais do trabalho da Farmacovigilância/Anvisa junto à Rede Sentinela: a estratégia “Consulta Restrita”
Aula 22. Percepções de Risco Teratogênico por Gestantes e Mulheres em Idade Fértil
Aula 23. Cenário da Farmacovigilância no âmbito do SNVS: resultados e próximos passos
Aula 24. Indicadores de qualidade de prescrição de medicamentos
Aula 25. Fatores Humanos & Serviços de Saúde e sua interface com a Tecnovigilância
Aula 26. Gerenciamento de Risco, Fatores Humanos, Serviços de Saúde e sdua interface com a Tecnovigilância
Aula 27. Engenharia de fatores humanos aplicada a dispositivos médicos
Aula 28. Certificação de dispositivos médicos. Estratégia para fortalecer a regulação de dispositivos médicos
Aula 29. O processo de certificação de Boas Práticas de fabricação de dispositivos médicos no Brasil
Aula 30. Prevalência, risco e prevenção de úlcera de pressão em unidades de cuidados de longa duração
Aula 31. Hemovigilância: relatório de 2012 comentado
Aula 32. Infecção e Segurança do Paciente: produção de conhecimento com base em evidências
Aula 33. Diagnóstico e Prevenção de Infecções do Trato Respiratório
Aula 34. Critérios Nacionais de Infecções relacionadas à Assistência a Saúde (IRAS) e Prevenção em Neonatologia
Aula 35. Infecção e medidas preventivas em Hemodiálise e Diálise Peritoneal
Aula 36. Diagnóstico e Prevenção de Infecções da Corrente Sanguínea relacionadas a Cateteres Vasculares
Aula 37. Segurança do paciente em serviços de saúde: limpeza e desinfecção de superfícies
Aula 38. Diagnóstico e prevenção de infecções do trato urinário
Aula 39. Infecções e Medidas Preventivas em cirurgias com Implantes e Próteses
Aula 40. Indicador nacional: infecção primária da corrente sanguínea associada a cateter venoso central em UTI
Aula 41. Resistência Microbiana em Serviços de Saúde

Aula 01. Abertura da Rede Sentinelas em Ação 2011
Aula 02. Sistemas de qualidade e VIGIPOS: interseções e conflitos
Aula 03. VIGIPOS e Sistemas de qualidade: interseções e conflitos
Aula 04. Gerenciamento de Riscos em Engenharia Biomédica
Aula 05. Gerenciamento de Riscos de Produtos para a Saúde: Noções gerais e um exemplo aplicado a material médico hospitalar
Aula 06. Gerenciamento de Riscos em Engenharia Biomédica – parte 2
Aula 07. Pré-qualificação de material médico hospitalar como estratégia de Tecnovigilância adotada por um hospital público.
Aula 08. Tema: Ações de Tecnovigilância pelo detentor do registro do produto.”O caso de um fabricante nacional”
Aula 09. Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental
Aula 10. A Tecnovigilância na perspectiva da rotina de trabalho da vigilância sanitária local. A experiência da VISA Curitiba.
Aula 11. O Rito Fiscal da Coleta de Amostras de Medicamentos
Aula 12. Importâcia do correto armazenamento para manutenção da qualidade e efetividade dos medicamentos.
Aula 13. O impacto das notificações das queixas técnicas derivadas dos Hospitais Sentinelas no SNVS.
Aula 14. As novas regras para uso e controle da Talidomida
Aula 15. Gerenciamento de equipamento médico-hospitalar como estratégia de Tecnovigilância nos serviços de saúde
Aula 16. Ineficácia terapêutica de medicamentos
Aula 17. Má-formação decorrente do consumo de medicamentos
Aula 18. Perfil de Eficácia e Segurança dos Anorexígenos
Aula 19. Eficácia e Segurança de Medicamentos em Pediatria
Aula 20. Qualidade da notificação – apresentação de casos
Aula 21. Risco radiológico e efeitos biológicos da radiação
Aula 22. Risco radiológico e efeitos biológicos da radiação
Aula 23. O enfermeiro na Hemovigilância: sau formação e competências
Aula 24. A importância da notificação de reações transfusionais para o serviço de saúde
Aula 25. ?
Aula 26. Importância da Notificação das Reações Transfusionais para o Sistema Nacional de Hemovigilância
Aula 27. A Importância da Notificação de Reações Transfusionais para a Vigilância Sanitária Estadual: as ações desencadeadas a partir de uma notificação
Aula 28. Prevenindo erros de medicação no Brasil
Aula 29. Inovando na qualidade do monitoramento e controle de medicamentos no Brasil
Aula 30. Esterilizantes e Desinfetantes de Alto Nível e Nível Intermediário: entendendo a RDC 35/10
Aula 31. Critérios para Escolha e Aquisição de Produtos Saneantes
Aula 32. Produtos Saneantes de Uso Hospitalar
Aula 33. NOTIVISA – Vigilância de Saneantes
Aula 34. Importância do Controle de Pragas Sinantrópicas em Ambientes Hospitalares
Aula 35. Banco de Preços em Saúde
Aula 36. Segurança do paciente – Vigilância e Monitoramento de Infecções relacionadas à assistência à saúde
Aula 37. Reutilização de roupas hospitalares
Aula 38. Boas Práticas em Serviços de Saúde
Aula 39. Rede Sentinela: de onde partimos e onde estamos
Aula 40. Rede Sentinela no contexto da VIGIPOS – Perspectivas e ações futuras

Aula 01 – Gerenciamento de tecnologias em saúde em estabelecimentos de saúde.
Aula 2. Tema: Gerência de risco hospitalar
Aula 02 – Farmácia: Estabelecimento de Saúde.
Aula 03 – Estratégias de Monitoramento de Eventos Adversos Pós-Vacinação e Vacina Influenza Pandêmica (H1N1).
Aula 04 – Transporte de Amostras Biológicas no Brasil
Aula 05 – Reação Transfusional Grave: Reação: Relato de um caso
Aula 06 – Eventos adversos graves associados com a vacina influenza pandêmica (H1N1)
Aula 07 – Riscos de transmissão de malária transfusional na área endêmica brasileira.
Aula 08 – Agenda regulatória em foco.
Aula 09 – Farmácia Clínica- Atuação multidisciplinar com foco na segurança do paciente.
Aula 10 – RDC 07/2010 e IN 04/2010 Requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva.
Aula 11 – “SAGARANA: gestão de riscos sanitários em portos, aeroportos e fronteiras”.
Aula 12 – “Segurança do Paciente em um Hospital Público: resultados, desafios e perspectivas”.
Aula 13 – Alergia ao látex e o uso de produtos para a saúde. Um problema de saúde pública?
Aula 14 – Modelos de Gestão em Saúde.
Novos Fatores de Risco Cardíaco “Stress e Depressão”
Aula 15 – Novos Fatores do Risco – Stress e Depressão.
Aula 16 – Gerenciamento de Risco de Produtos para a Saúde em Hospital Psiquiátrico.
Aula 17 – Critérios Nacionais de Infecção Relacionadas à Assistência à Saúde – Sítio Cirúrgico.
Aula 18 – Critérios Nacionais de Infecção Relacionadas à Assistência à Saúde – Trato Urinário.
Aula 19 – Critérios Nacionais de Infecção Relacionadas à Assistência à Saúde – Infecção Primária da Corrente Sanguínea.
Aula 20 – Critérios Nacionais de Infecção Relacionadas à Assistência à Saúde – Neonatologia.
Aula 21 – Acompanhamento e evolução da Agenda Regulatória 2010 da ANVISA.
Aula 22 – A importância das associações de fármacos no tratamento da hipertensão arterial.
Aula 23 – Gerenciamento de Risco em Tecnovigilância: Construção e validação de Instrumento de avaliação de equipo de infusão.
Aula 24 – Disponibilização de preparação alcoólica para fricção antisséptica das mãos em serviços de saúde do País. Consulta Pública 68/2010.
Aula 25 – Gestão Ambiental na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre
Aula 26 – “Intervenções de Farmacovigilancia: relatos de casos”
Aula 27 – Comitê Transfusional: Experiência do Hospital Universitário Walter Cantídio – Universidade Federal do Ceará.
Aula 28 – Instrução Normativa n. 04 de 11/05/09. – Guia de Inspeção em Boas Práticas Clínicas.
Aula 29 – Sistema Informatizado de Gerenciamento de Riscos e Segurança do Paciente. A experiência do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.
Aula 30 – Segurança do paciente em serviços de saúde: limpeza e desinfecção de superficies.
Notificação compulsória em Tecnovigilância pela empresa detentora de registro
Aula 31 – Notificação compulsória em tecnovigilância pela empresa detentora de registro.
Aula 32 – Segurança do paciente em serviços de saúde: limpeza e desinfecção de superfícies.
Aula 33 – Residência Multiprofissional em Saúde.
Aula 34 – Rede Sentinela: perspectivas em debate. Preparando a discussão sobre o plano de trabalho para 2011.
Resistência Bacteriana
Aula 35 – Bactérias multirresistentes.
Aula 36 – XII Encontro da Rede Sentinela – Fechamento 2010

Aula 26. Compromisso para Acelerar a Redução da Desigualdade na Região Nordeste e Amazônia Legal
Aula 28. Políticas Públicas em Saúde da Mulher: Conquistas e Desafios