Unidade-Especial-de-Saúde-Sustentável

A Unidade Especial de Saúde Sustentável – Sustenta Saúde é um órgão vinculado à Superintendência do HCFMB, formado por uma comissão interdisciplinar sob coordenação da Profa Dra Karina Pavão, do Departamento de Saúde Pública da FMB.

Tem, por finalidade, promover a saúde pública e ambiental, através de iniciativas baseadas no comprometimento com um conjunto de objetivos inter-relacionados e integrados, abordando as principais áreas de atuação para melhoria do desempenho ambiental e maior sustentabilidade e qualidade de vida no setor saúde.

Desde 2013, o HCFMB participa dos desafios propostos pelo Projeto Hospitais Saudáveis (PHS) e realiza ações voltadas à sustentabilidade e qualidade de vida através de iniciativas de uma comissão interdisciplinar, sob coordenação da Profa Dra Karina Pavão, do Departamento de Saúde Pública, denominada Sustenta Saúde.

O Projeto Hospitais Saudáveis (PHS) é uma associação sem fins econômicos, dedicada a transformar o setor saúde em um exemplo para toda a sociedade em aspectos de proteção ao meio ambiente e à saúde do trabalhador, do paciente e da população em geral. Participam do PHS profissionais de saúde, instituições prestadoras de serviços, instituições de ensino e de pesquisa em saúde, organizações da sociedade civil em geral e demais organizações, públicas ou privadas.

Em 2017, a comissão ganhou mais força ao se tornar Unidade Especial de Saúde Sustentável, com o apoio e reconhecimento da Superintendência do HC.

A UESS – Sustenta Saúde busca implantar, no HCFMB, a cultura de ser um Hospital Verde. Um Hospital Verde e Saudável é aquele que promove a saúde pública reduzindo continuamente seus impactos ambientais e eliminando, em última instância, sua contribuição para a carga de doenças. Reconhece a relação entre a saúde humana e o meio ambiente e demonstra esse entendimento por meio de sua governança, estratégia e operações. Ele conecta necessidades locais com suas ações ambientais e pratica a prevenção primária envolvendo-se ativamente nos esforços da comunidade para promover a Saúde Ambiental.

A Organização Mundial da Saúde define a Saúde Ambiental como: “campo de atuação da saúde pública que se ocupa das formas de vida, das substâncias e das condições em torno do ser humano, que podem exercer alguma influência sobre a sua saúde e o seu bem-estar”.

A importância da questão ambiental, relacionada ao movimento pela promoção da saúde, vem fortalecendo a introdução de novas abordagens no campo da gestão da saúde pública que buscam a integração de aspectos ambientais e sociais no entendimento de problemas de saúde da população.

Para planejar o caminho em direção a um hospital mais sadio, sustentável e econômico, os projetos da UESS – Sustenta Saúde se pautam na Agenda Global para Hospitais Verdes e Saudáveis (AGHVS).

A Agenda Global se propõe a oferecer apoio a iniciativas em todo o mundo, visando promover maior sustentabilidade e saúde ambiental no setor saúde e assim fortalecer os sistemas de saúde em nível global. É baseada em 10 objetivos interligados que incentivam uma série de ações que podem ser implementadas tanto por hospitais quanto por sistemas de saúde.

LIDERANÇA: Priorizar a saúde ambiental como um imperativo estratégico

Manifestar apoio da liderança aos hospitais verdes e saudáveis, a fim de criar uma mudança de cultura organizacional em longo prazo; alcançar uma ampla participação dos trabalhadores do setor saúde e da comunidade; e fomentar políticas públicas que promovam a saúde ambiental.

SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS: substituir substâncias químicas perigosas por alternativas mais seguras

Melhorar a saúde e a segurança dos pacientes, dos trabalhadores, das comunidades e do meio ambiente utilizando substâncias químicas, materiais, produtos e processos mais seguros, indo além das exigências de conformidade ambiental.

RESÍDUOS: Reduzir, tratar e dispor, de forma segura, os resíduos de serviços de Saúde

Proteger a saúde pública reduzindo o volume e a toxicidade dos resíduos produzidos pelo setor saúde, implementando ao mesmo tempo as opções ambientalmente mais apropriadas de gestão e destinação dos resíduos.

ENERGIA: implementar eficiência energética e geração de energias limpas renováveis

Reduzir o uso de energia proveniente de combustíveis fósseis como forma de melhorar e proteger a saúde pública; promover a eficiência energética, bem como o uso de fontes renováveis, visando, em longo prazo, obter 100% das necessidades de energia obtidas de fontes renováveis geradas no hospital ou na comunidade.

ÁGUA: reduzir o consumo de água e fornecer água potável

Implementar uma série de medidas de conservação, reciclagem e tratamento que reduzam o consumo de água dos hospitais e a poluição por águas residuais. Estabelecer a relação entre a disponibilidade de água potável e a resiliência dos serviços de saúde para suportar problemas físicos, naturais, econômicos e sociais. Promover a saúde pública e ambiental fornecendo água potável para a comunidade.

TRANSPORTE: melhorar as estratégias de Transporte para Pacientes e Funcionários

Desenvolver estratégias de transporte e de assistência à saúde que reduzam a pegada de carbono dos hospitais e sua parcela de contribuição para a poluição local.

ALIMENTOS: comprar e oferecer alimentos saudáveis e cultivados de forma sustentável

Estimular hábitos alimentares saudáveis entre os pacientes e funcionários. Favorecer o acesso a alimentos produzidos localmente e de forma sustentável na comunidade.

PRODUTOS FARMACÊUTICOS: prescrição apropriada, administração segura e destinação correta

Reduzir a poluição por produtos farmacêuticos diminuindo as prescrições desnecessárias, minimizando a destinação inadequada de resíduos farmacêuticos, promovendo sua devolução aos fabricantes e pondo fim ao dumping – medicamentos na forma de ajuda a catástrofes.

EDIFÍCIOS: apoiar projetos e construções de Hospitais Verdes e Saudáveis

Transformar os hospitais em um local mais saudável para funcionários, pacientes e visitantes, mediante a incorporação de práticas e princípios de edifícios ecológicos no projeto e na construção de unidades de saúde.

COMPRAS: comprar produtos e materiais mais seguros e sustentáveis

Comprar materiais produzidos de maneira sustentável através de cadeias de suprimentos social e ambientalmente responsáveis.

O que temos é uma saudável novidade: a feira semanal de alimentos agroecológicos está de volta!

Que tal fazer esta escolha para sua saúde e de sua família, com alimentos mais saudáveis e sustentáveis, sem agrotóxicos?

A feira será realizada todas as terças-feiras, das 16h às 19h, na Rua Agenor Nogueira, 1165, esquina com a Avenida Vital Brasil!

Iniciaremos somente com feira livre e, em breve, voltaremos com as cestas. Venha conferir os novos produtos!

Em breve!

Em breve!

VÍDEO DE SENSIBILIZAÇÃO – RESÍDUOS NO HCFMB

Este vídeo, produzido pelo projeto Sustenta Saúde como forma de sensibilização, mostra a importância do descarte correto de resíduos para o nosso HCFMB e para o nosso planeta. Link para o vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=nsagFwK2t2s)

GUIA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Guia Inglês

Guia Português

—————————————————————————————————

SUSTENTA NA MÍDIA – TV TEM

A equipe da TV Tem esteve no HCFMB e registrou como funciona a rede mundial de Hospitais Verdes e Saudáveis, da qual o Hospital participa, e todos os seus benefícios para a comunidade.

Esta matéria foi exibida no dia 12 de dezembro de 2016, no Bom Dia Cidade. Assista ao vídeo clicando aqui!

—————————————————————————————————

SUSTENTA NA MÍDIA – TV USP PIRACICABA

No mês de abril de 2016, a professora Karina Pavão Patrício, docente do Departamento de Saúde Pública da Faculdade de Medicina da UNESP/Botucatu e coordenadora do Sustenta Saúde, participou do programa Diálogos Sustentáveis, da TV USP Piracicaba, que tratou sobre a geração e destinação dos Resíduos Sólidos, assunto que possui implicações diretas na qualidade de vida de toda a sociedade. Dentre outros assuntos, foi discutido também o impacto dos resíduos sólidos na esfera da Saúde Pública.

O programa na íntegra pode ser visto clicando aqui!

Em breve!