Banco de Leite e Unidade de AVC do HCFMB são referências em suas áreas de atuação

0
1608

Setores receberam certificado de conclusão de etapa das Oficinas de Gestão por Resultados e Processos

No último dia 13 de julho, na Sala das Reuniões da Superintendência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), dois setores receberam o certificado de conclusão da segunda etapa de elaboração das ferramentas de gestão ministradas e acompanhadas pelo Departamento de Auditoria, Avaliação e Controle: o Banco de Leite Humano (BLH) e a Unidade de AVC.

O Chefe de Gabinete da Autarquia, Prof. Adj. André Luis Balbi, presente nas duas reuniões, parabenizou os servidores pela conquista e pelo trabalho desenvolvido. “Foi um trabalho grande e é fundamental termos momentos como estes. As Oficinas de Gestão são muito importantes, pois, nelas, se pode avaliar, implantar e qualificar os serviços”.

De acordo com a Diretora do Departamento de Auditoria do HCFMB, Dra. Maria Justina Felippe, essa reunião teve o intuito de apresentar à alta administração os resultados de meses de trabalho para construção de ferramentas de gestão, delineamento de indicadores e análise de resultados. “A abordagem de hoje tem, como objetivo, apresentar os resultados obtidos na implantação de metodologia gerencial de avaliação dos processos do Banco de Leite Humano do HC e Unidade de AVC, além de consolidar a segunda etapa de atividades programadas no desenvolvimento dessas Oficinas”.

Banco de Leite Humano

Na reunião do Banco de Leite Humano,em que foi entregue o certificado de conclusão da 2ª Etapa das Oficinas de Gestão, estiveram presentes a Gerente Multiprofissional do HCFMB, Cristiane Lara Mendes Chiloff, a Coordenadora do Banco de Leite Humano, Drª Saskia Feketi, a Diretora Técnica do Núcleo de Processamento de Gêneros Alimentícios Celia Regina Macoris Lopes, a Diretora do Departamento de Auditoria do HCFMB, Dra. Maria Justina Felippe, além de representantes da equipe do BLH.

Dentre os indicadores apresentados, foram verificados dados significativos relacionados às metas estabelecidas, com destaque para o aumento significativo do número de mães que se disponibilizaram a amamentar o próprio filho internado na UTI Neonatal, aumentando com isso, o volume de leite humano coletado no HC.

Houve também um aumento no volume de leite coletado de mães doadoras cadastradas no Banco de leite do HC que estão amamentando seu próprio filho. Esse aumento se deu em decorrência de ações de melhorias pactuadas com a Secretaria Municipal de Saúde de Botucatu e aumento no número de orientações e incentivo ao aleitamento materno, durante as visitas domiciliares realizadas pela equipe do BLH.

Além disso, foram feitas propostas para a implantação de novos indicadores e pactuação com outras Secretarias, ampliando, assim, a abrangência de atuação do Banco de Leite Humano e consolidando-o como referência na região, segundo Drª Saskia Feketi.

“As Oficinas de Gestão foram importantes para o setor, pois, através das reuniões periódicas, fomos aprimorando nossos conhecimentos, melhorando e organizando as atividades desenvolvidas, visando sempre à qualidade de nosso trabalho em prol dos recém-nascidos internados na Unidade Neo-Natal e do incentivo ao aleitamento materno”, relata Angélica Pereira da Cunha de Almeida, Nutricionista e Responsável Técnica do BLH.

Unidade de AVC

No mesmo dia, a Unidade de AVC também recebeu o certificado de conclusão da 2ª Etapa das Oficinas de Gestão, com a presença dos Coordenadores Médico e Administrativo dos Pronto-Socorros (PSs), Prof. Dr . Arthur O. Shelp e Keyth Regina Vital, da Coordenadora de Enfermagem dos PSs, Alini Correa, os coordenadores do Serviço de Neurodiagnóstico e da Unidade de AVC, Dr. Rodrigo Bazan, Dr. Gabriel Braga e Enfermeira Natalia Cristina Ferreira, das enfermeiras Regina Célia de Santi Lúcio e Simone Cristina Paixão Dias Baptista, da Gerência de Enfermagem, a Diretora do Departamento de Auditoria do HCFMB, Dra. Maria Justina Felippe e outros membros da equipe.

Dentre outros assuntos, a reunião abordou a importância da parceria estabelecida entre os fornecedores, pactuadas nos documentos de Normas e Rotinas, para beneficiar a integração entre os setores e a Unidade de AVC. Na grande maioria dos indicadores apresentados, observou-se que as ações pactuadas resultaram em dados significativos ao atendimento dos pacientes, desde a notificação de que estão sendo trazidos ao Hospital pelo SAMU até a redução da média do tempo de permanência dos internados na Unidade e diminuição das intercorrências relacionadas às ações de enfermagem. Outro dado retratado na reunião aponta que o índice de complicações no tratamento tem sido menor do que a média nacional (8,57% em maio).

Essas Oficinas, na opinião de Dr. Rodrigo Bazan, têm permitido grande envolvimento de toda a equipe que atua na Unidade, (como Médicos, Enfermeiros, Fisioterapeutas, Nutricionistas, Fonoaudiólogos e outros profissionais) para buscar o melhor atendimento do paciente, de maneira que a Unidade se torna cada vez mais capacitada em atender bem.

Dr. Gabriel frisou a unidade do Grupo como fator importante para o sucesso do trabalho e avalia que o Hospital está na vanguarda com os processos de gestão. “Queremos agradecer publicamente à equipe da Auditoria pela assessoria dada e por nos apresentar esta ferramenta tão importante para o nosso trabalho”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here