Campanha Mundial de Combate ao AVC 2016 é finalizada com sucesso no HCFMB

0
1711
Equipe do HCFMB atua em Campanha Mundial de Combate ao AVC 2016 no HCFMB Núcleo de Comunicação HCFMB

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) tem impacto profundo e universal sobre pacientes e suas famílias. Apesar disso, vidas podem ser melhoradas com CONSCIÊNCIA, ACESSO e AÇÃO. Este é o mote da Campanha Mundial de Combate ao AVC 2016: “Encare os fatos: o AVC tem tratamento”.

A campanha, que promove o Dia Mundial de Combate ao AVC (World Stroke Day) em 29 de outubro, tem periodicidade anual e é o momento no qual as diversas iniciativas locais ganham apoio global, promovida e coordenada pela World Stroke Organization (http://world-stroke.org).

Consciência que o AVC é um problema grave de alcance mundial. Acesso a terapias de comprovada eficácia como internações em unidades de AVC, terapias de revascularização cerebral e reabilitação. Ação para a mobilização da sociedade tanto para adoção de um estilo de vida mais saudável quanto pela demanda social por maior acesso aos recursos necessários para o tratamento do AVC. Essas são as ferramentas para melhorar vidas.

A campanha em Botucatu contou com atividades durante todo o mês de outubro. No sábado dia 15,  houve panfletagem e orientação de pacientes no estande do Pronto-Socorro, durante a primeira edição da Feira da Saúde. No dia 19,  foi realizada a capacitação em Atendimento ao AVC Agudo para a equipe de enfermagem da Sala de Emergência do Pronto-Socorro Referenciado e Unidade de AVC.  No dia 25, houve o Encontro Comemorativo sobre o Dia Mundial de Combate ao AVC, um momento para discutir realizações e desafios no atendimento ao AVC, mas que contou ainda com um grande espetáculo proporcionado pelo Coral A Vida Continua, composto por pacientes, familiares, membros da equipe da Unidade de AVC, ensaiado e regido pela fonoaudióloga da Unidade de AVC HCFMB Priscila Watson Ribeiro. Finalmente, no dia 27, as comemorações se encerraram com a confraternização e distribuição de camisetas da companha para os colaboradores com atuação na atenção aos pacientes com doenças cerebrovasculares.

“Por muito tempo considerada uma doença negligenciada, hoje o Acidente Vascular Cerebral tem possibilidade de tratamento. Porém, este tratamento é tempo dependente e cada segundo conta. É importante que ao perceber algum sinal de alerta para AVC, como boca torta, dificuldades para movimentar alguma parte do corpo ou ainda para falar que os pacientes, familiares ou testemunhas chamem ajuda imediatamente pelo SAMU-192.” afirma Dr. Gabriel Braga, coordenador da Unidade de AVC HCFMB.

Saiba mais em: http://worldstrokecampaign.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here