Cartilha Neonatal esclarece sobre hospitalização de recém-nascidos no HCFMB

0
3082
Cartilha tem o intuito de conscientizar familiares que têm bebês internados na UTIN do HCFMB Ilustração: Eliel Nunes
Alessa apresenta o trabalho com as Doutoras Eliana Mara Braga e Janete Pessuto Simonetti Arquivo Pessoal
Alessa apresenta o trabalho com as Doutoras Eliana Mara Braga e Janete Pessuto Simonetti
Arquivo Pessoal

A enfermeira Alessa Aparecida Campos, aluna do Programa de Pós-Graduação do curso de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), desenvolveu como trabalho de mestrado um “Material Educativo Para Familiares de Recém-Nascidos em Terapia Intensiva Neonatal: Percepção dos Pais e Equipe de Saúde”.

A publicação, que teve como orientadora a Profª. Dra. Eliana Mara Braga, consiste em uma cartilha direcionada a familiares de recém-nascidos internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), com o objetivo de melhorar o entendimento desses familiares sobre a hospitalização e cuidados com o recém-nascido nessa unidade do Hospital.

Alessa explica sobre o objetivo da cartilha. “O cuidado com a criança hospitalizada vem apresentando mudanças, como a participação da família nas atividades diárias do bebê hospitalizado na UTIN, flexibilidade nos horários das visitas e uma relação mais próxima com os profissionais de saúde. Esse material visa fortalecer o vínculo entre a família e a equipe multiprofissional que atua na UTIN do HCFMB, melhorando a percepção e o atendimento nas unidades críticas de cuidado”, diz.

Durante o estudo, o material educativo foi distribuído a 17 profissionais de saúde da UTIN do HCFMB e a 10 familiares de recém-nascidos assistidos no Hospital. A cartilha contém diversas informações sobre o ambiente de uma UTI Neonatal, desde aos profissionais responsáveis pela área, até recomendações básicas sobre como devem ser as visitas aos recém-nascidos internados.

A autora do projeto ressalta que o material educativo não substitui a orientação profissional, mas ajuda muito na conscientização dos familiares que passam por esse momento na UTI Neonatal. “Nosso trabalho foi evidenciar a necessidade dos profissionais terem um modelo instrutivo, que facilite as orientações a serem realizadas, além de apoiar familiares para que eles possam compreender melhor esse período de internação”, explica.

A implantação da cartilha na UTIN do HCFMB vem sendo estudada e deve ocorrer em breve. Com esse material, ficará mais fácil esclarecer diversas informações sobre saúde, como a prevenção de diversas doenças, além de auxiliar na relação pessoal entre a família e equipe de saúde.

“Me sinto muito feliz e satisfeita com a realização desse trabalho. Nosso intuito é mostrar que a UTIN do HCFMB é um ambiente de cuidado e de acolhimento. O objetivo é que essa cartilha seja um instrumento que passe tranquilidade, segurança e autonomia nas decisões familiares, em conjunto com a equipe multidisciplinar da UTIN”, finaliza Alessa.

Vivian Abilio – Assessoria de Imprensa do HCFMB via 4toques Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here