Comemorando os seis anos de autarquia do HCFMB

0
677

Dando continuidade à série de entrevistas em homenagem aos seis anos de autarquia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), a entrevistada é a Dra. Maria Regina Pires Uliana, que atua na Coordenadoria de Informações do HCFMB.

Dra. Regina destacou que, com o processo de autarquização do HCFMB, houve um aumento significativo no atendimento à população ao longo desses seis anos. Confira:

“Com o processo de autarquização, é importante ressaltar o aumento expressivo no número de atendimentos. Em 2010, tivemos 18 mil internações, enquanto em 2015, chegamos a 24 mil internações. O mesmo aconteceu com o número de atendimentos de urgência e emergência: Em 2010, tivemos 105 mil atendimentos, e em 2015, realizamos 226 mil atendimentos no PS. Esse aumento também ocorreu em várias outras áreas: houve aumento no número de consultas ambulatoriais, um maior número de cirurgias e principalmente um aumento na área de transplantes, como de córnea, fígado e rim.

De maneira geral, o HCFMB, com o apoio do Estado e da Secretaria Estadual da Saúde, ampliou o atendimento no SUS e aumentou sua tecnologia em saúde nesses últimos seis anos, sempre visando as necessidades da população regional a ser atendida.

Reforçamos continuamente o compromisso de sermos referência no tratamento de casos de alta complexidade nas áreas de ortopedia, cirurgia cardiovascular, neurologia clínica e cirúrgica e oncologia, além de todas as outras áreas atendidas. Ampliamos ainda o atendimento credenciando novas áreas, como a unidade de atendimento ao paciente com hepatite C, atendimento à paciente em gestação de alto risco, unidade pediátrica com ênfase no tratamento de fibrose cística, e em 2016 com o transplante de medula óssea.

O HCFMB é um hospital de ensino e um importante polo de captação de recursos humanos na área da saúde. Todos os docentes, alunos e residentes que aqui trabalham com certeza contribuíram com a melhoria da assistência a população e com o aumento dos nossos números de atendimento”.

Veja, abaixo, a entrevista com Dra. Maria Regina Pires Uliana:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here