Demandas do Carnaval podem fazer Hemocentro voltar a ter estoque crítico

0
866

Hemocentro supre os hospitais da região e a tendência é aumentar significativamente a busca por todos os tipos de sangue durante o Carnaval

O Hemocentro de Botucatu continua precisando de doações de sangue, especialmente nessa época de Carnaval, quando aumenta o número de pessoas atendidas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e de outros hospitais da Região. Após a intensa campanha convocando a população para fazer doações, o estoque melhorou levemente, mas ainda é preciso a colaboração dos populares.

Silvio Neves, coordenador do Hemocentro, é enfático ao afirmar que continua precisando da mobilização popular para recompor o estoque do Hemocentro. Ele também explica que o Hemocentro de Botucatu atende várias cidades da região que não têm esse serviço. “Na quinta-feira, dia 4, distribuiremos o sangue das Agências Transfusionais da nossa região para a cobertura do período de carnaval. Devido a isso, o nosso estoque diminui consideravelmente. Agradecemos todo o esforço que foi feito pelos moradores de Botucatu e Região para nos ajudar a sair da situação crítica que tínhamos, porém é preciso continuar esse movimento, porque ainda corremos o risco de ter que cancelar cirurgias programadas em decorrência da insuficiência nos nossos estoques de sangue”, afirma.

O estoque do Hemocentro está da seguinte forma: 19 bolsas de sangue tipo A negativo; 132 bolsas de A positivo; 7 bolsas de AB negativo; 32 bolsas de AB positivo; 13 bolsas de B negativo; 61 bolsas de B positivo; 33 bolsas de O negativo e 210 bolsas de O positivo. Neves reforça que os números estão bem melhores que no mês passado, mas isso não significa que está tudo bem.

“Nós atendemos seteAgências Transfusionais, que por sua vez atendem mais de 30 hospitais menores da nossa Região. Muitas pessoas pensam que nosso estoque está bom, mas isso não é verdade. Para se ter ideia, seriam necessários de 70 a 80 doadores por dia para termos alguma regularidade no nosso banco de sangue. Infelizmente, a doação é uma cultura a ser desenvolvida no Brasil. Situações de emergência como essa não deveriam acontecer, precisamos de doadores constantemente para atendermos plenamente as necessidades da população da nossa Região”, enfatiza Neves.

O Hemocentro Botucatu funcionará normalmente no sábado, dia 6, com atendimento das 7 às 13 horas. Dias 8 e 9, estará fechado. No dia 10, o atendimento ao público começará às 12 horas. Em caso de dúvida, contatar o Hemocentro do Hospital das Clínicas de Botucatu pelo número (14) 3811-6234.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here