Dia Mundial de Doação de Leite Humano: a esperança está em cada gota

0
445

“A pandemia trouxe mudanças, a sua doação traz esperança”: em 2021, este slogan marca as celebrações do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, lembrado nesta quarta-feira, 19. A data tem o objetivo de promover o aleitamento materno e sensibilizar a sociedade sobre a importância da doação de leite humano, que contém todos os nutrientes necessários para o bebê crescer de forma saudável.

Apesar da disseminação da Covid-19, o Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) registrou, no ano passado, um aumento de 62% na quantidade de leite humano coletado, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Ao todo, foram 766,3 litros de leite coletados em 2020 contra 472,5 em 2019.

A nutricionista e responsável técnica do BLH do HCFMB, Angélica Almeida conta que o início da pandemia trouxe medo a muitas doadoras, causando uma inicial diminuição no volume de leite coletado. Porém, ao longo do ano, as doações voltaram a aumentar e até mesmo bater recordes. “Tivemos meses em que coletamos mais de 100 litros de leite, e isso foi uma grande alegria para nós. Acredito que as doadoras, neste tempo, ficaram mais sensíveis às necessidades das mães que precisavam deixar seus bebês prematuros internados na UTI Neonatal e se colocaram à disposição para doar. É uma forma de ajudar em um momento de tantas incertezas”.

Ao longo do ano passado, novas doadoras foram se juntando nesta rede de amor e solidariedade. É o caso da botucatuense Beatriz Bassetto, de 29 anos, mãe da pequena Aimê, de apenas 2 meses, que conheceu o trabalho do BLH, começou a doar o leite excedente e incentivou outras mães a realizarem o mesmo. “Para mim, é gratificante pensar que todo o cansaço das madrugadas em claro vale a pena quando penso que estou alimentando outras vidas. Para quem é privilegiado de ter uma grande demanda de produção nesse começo da amamentação e não tiver dificuldades, se dedique à doação, pois salvamos vidas através do nosso leite e isso não tem preço”.

Para agradecer às doadoras pelo gesto de amor e de solidariedade, na última segunda-feira, 17, foi entregue uma singela lembrança durante a visita domiciliar, em parceria com o Rotary Club Botucatu Bons Ares. “Em nome da Gerência Técnica de Nutrição e Dietética, a qual o BLH faz parte, parabenizo toda a equipe pela iniciativa, pela continuidade desta ação de agradecimento às mães doadoras e pela dedicação na garantia do leite materno aos bebês internados em nosso HC. Agradeço também o carinho e a gentileza do Rotary no fornecimento das lembranças, tornando este momento ainda mais especial”, afirma a Gerente Técnica de Nutrição e Dietética, Marina Nogueira Berbel Bufarah.

Orientações para a doação de leite humano durante a pandemia

O Ministério da Saúde determina que é contraindicada a doação de leite por mulheres com sintomas gripais, que estejam com Covid-19 ou que tenham tido contato domiciliar com outras pessoas que apresentam sintomas ou tenham testado positivo para o novo coronavírus. O Banco de Leite Humano do HCFMB reforça que as doadoras devem entrar em contato em caso de suspeita da doença ou de outros problemas de saúde. “Além disso, reforçamos as orientações para higienização das mãos e frascos, além do uso de toucas e máscaras. Antes da coleta, é feito um contato semanal com as mães para saber como elas estão e se todos os moradores da mesma residência, incluindo os bebês, estão saudáveis”, explica Angélica.

A doação de leite é segura para o bebê, desde que a doadora esteja bem de saúde, não seja fumante, usuária de drogas ou faça uso excessivo de álcool. A equipe realiza todas as medidas necessárias de higienização para fazer a visita domiciliar com segurança e, antes de ser distribuído aos pequenos pacientes, o leite materno passa por um processo rigoroso de qualidade. Mesmo com o aumento de doações, Angélica reforça a necessidade de as doações continuarem altas nos próximos meses. “Depois de pasteurizado, o leite possui 6 meses de validade. Assim, quanto mais doações, conseguimos manter nosso estoque em um nível bom nos meses de férias e nos períodos mais frios”, encerra.

O BLH fornece o kit para a doadora, contendo touca, vidro esterilizado e folheto com todas as explicações da doação, que também pode ser retirada em domicílio. As interessadas em colaborar podem entrar em contato pelos telefones (14) 3811-6410 / (14) 3811-2762 / (14) 99799-8289.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here