Fraturas por Fragilidade serão tema de Encontro Virtual

0
418

Nos dias 24 e 25 de outubro será realizado o Encontro Virtual da América Latina dos Experts em Manejo e Prevenção de Fraturas por Fragilidade. A médica geriatra Drª Adriana Braga de Castro Machado, do Departamento de Clínica Médica da FMB|Unesp, é uma das organizadoras e palestrante do evento. Drª. Adriana preside a Fragility Fracture Network Brasil (FFN Br), primeira filial nas Américas da FFN Global, situada na Suíca. A FFN tem como missão otimizar o manejo multidisciplinar de paciente com fratura por fragilidade para que ele(a) alcance a melhor recuperação de sua independência funcional e qualidade de vida, sem fraturas futuras.

As fraturas por fragilidade são muito comuns nos idosos, sendo a fratura de fêmur a forma mais grave. Por essa razão, o evento científico receberá palestrantes de diferentes áreas, como ortopedia, geriatria, fisioterapia, enfermagem, entre outras.

Dr.ª Adriana Braga de Castro Machado é uma das organizadoras e palestrante do evento / Arquivo

A iniciativa tem a finalidade de abordar quatro pilares associados a temática: manejo multidisciplinar da fase aguda após fratura, reabilitação para independência e qualidade de vida, prevenção secundária de novas fraturas e criação de alianças multidisciplinares para otimização de políticas públicas em fratura por fragilidade.

Alguns dos temas que serão abordados no evento são: magnitude do desafio das fraturas por fragilidade na América Latina, princípios de cirurgia em osso osteoporótico, desnutrição em idosos com fratura de quadril, recuperação funcional após fratura de quadril: implicações para a reabilitação.

Para se inscrever e obter outras informações, acesse: www.ffnbr.org.br 

Sobre a causa

De acordo com os organizadores, a iniciativa é fundamental e de grande importância, pois “em virtude do rápido e crescente envelhecimento populacional, com aumento da prevalência de doenças crônicas, a América Latina enfrentará, nas próximas décadas, uma explosão de fraturas de quadril e outras fraturas por fragilidade. No entanto, os atuais sistemas de saúde da região ainda não estão devidamente preparados para lidar com esse importante desafio”.

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi pioneiro no Brasil em serviço exclusivo em prevenção secundária de fraturas por fragilidade, quando, há aproximadamente dez anos, Drª Adriana iniciou o ambulatório de prevenção secundária de fraturas por fragilidade  (FLS). “Essa estratégia é fundamental, pois o risco do paciente com fratura por fragilidade fraturar novamente é relativamente alto, e este risco diminui consideravelmente se receber o tratamento adequado”, lembra a médica geriatra da FMB|Unesp.

Texto: Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here