HCFMB define Comissão para combate ao Aedes Aegypti

0
809

Um dos mais conhecidos transmissores de doenças que se tem notícia é um mosquito que tem um tamanho menor do que os outros, mas que causa várias doenças, como a dengue, a febre amarela e, visto mais recentemente, as febres chikungunya e zika. O acúmulo de água em diversos locais contribui significativamente para a reprodução do Aedes aegypti, não somente nas residências, mas também no ambiente de trabalho.

Por isso, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) está formando uma “Brigada contra o Aedes aegypti”, envolvendo profissionais de vários setores. Instituída de acordo com o Decreto nº 62.130, de 29/07/2016, da Secretaria de Estado da Saúde (SES-SP), esta equipe de trabalho realizará, dentre outras atribuições, vistorias periódicas para eliminação de possíveis criadouros do mosquito e atuações de modo preventivo, indicando providências para que não existam outros possíveis focos de proliferação.

Grande parte dos brigadistas recebeu um treinamento no dia 21 de maio, na Casa do Servidor, ministrado pela supervisora médica do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE) do HCFMB, Dra. Letícia Chamma Lastória, com o objetivo de capacitar os membros a fiscalizar e direcionar as ações nos seus setores. Este treinamento teve o apoio logístico do Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH) do HCFMB.

“A dengue é algo rotineiro, que sempre combatemos em casa; porém, é necessário ficarmos atentos também ao nosso local de trabalho e a melhor maneira de prevenção é não deixar criadouros para o mosquito se desenvolver”, afirmou Dra. Letícia.

A Gerente de Enfermagem do HCFMB, Bárbara Nery, apóia esta iniciativa. “Contamos com a participação de todos nesta brigada, pois é, principalmente, para o bem dos pacientes que aqui se encontram”, destacou.

Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing HCFMB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here