HCFMB encerra reestruturação de equipes e agora direcionará esforços para aprimorar cada vez mais a assistência

0
534

Encerrando a série de reestruturações que têm sido feitas em diferentes áreas administrativas e também assistenciais, desde o início de sua gestão, o superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Dr. André Balbi, reuniu na manhã de 24 de fevereiro, representantes de mais quatro núcleos para anunciar as adequações nas equipes e dizer o que espera de cada área.

Participaram do encontro as equipes responsáveis pela Gestão da Qualidade do HCFMB; Núcleo de Relações Externas; Ouvidoria; Assessoria Especial e também do Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing. Balbi determinou que esses setores atuem de maneira integrada, sempre com foco em aprimorar cada vez mais a assistência aos pacientes. A partir de agora, a meta será planejar ações na busca pela melhoria contínua. “Todas essas áreas atuam na assessoria da Superintendência. São pessoas que ocupam cargos estratégicos e que nos ajudam a tomar decisões importantes”, avalia o superintendente.

Maria Justina Dalla B. Felippe, responsável pelo Núcleo de Gestão da Qualidade, destacou que sua equipe estará empenhada em oferecer à Superintendência ferramentas e indicadores que ajudem na tomada de decisões. “É uma grande alegria e fico honrada em poder cuidar do controle de qualidade do Hospital, um setor que sempre gostei muito. Juntamente com a minha equipe, faremos o possível para que nosso trabalho reflita em um bom atendimento aos pacientes”, destacou.

Ademir Natal Svicero, da Assessoria Especial, explicou que seu objetivo é orientar os setores, com base na lei, até onde podem ir no que diz respeito à gestão dos recursos e a assistência. “Procuro agir de maneira preventiva para evitar problemas. Agradeço pela confiança e seguirei à disposição”, explica.

Maria Onélia Coneglian, também da Assessoria Especial, cuida do Controle Interno do HCFMB. Ela enfatizou a importância de se trabalhar pensando sempre no bem-estar do paciente e lembrou que sua responsabilidade e cuidar de assuntos ligados à Autarquia. “Meu foco é orientar e auditar os processos internos, identificar problemas e procurar soluções precocemente. Esse controle interno faz com que a autarquia seja bem avaliada pelo Tribunal de Contas do Estado”, comenta.

Celina Ramos, do Núcleo de Relações Externas, reforçou que, além de cuidar de todas as licenças de funcionamento do HCFMB, do credenciamento dos serviços de alta complexidade, dos registros do Hospital junto aos órgãos de classe, responde também pelos convênios para captação de recursos externos. “Esses convênios são muito importantes, pois permitem que o Hospital receba recursos externos para investir na assistência”, ponderou.

Sheila L.S. Abrantes, responsável pela Ouvidoria do HCFMB, observou que, algumas vezes, pelo fato de as informações não chegarem até o seu setor, impossibilita que providências sejam tomadas no sentido de resolver os problemas. “O paciente precisa ser visto como protagonista, por isso, a partir de agora, vamos intensificar o uso de ferramentas de comunicação, aproveitando as novas tecnologias para que possamos ouvir as demandas dos pacientes e, assim, ajudar o Hospital a melhorar sua assistência”, anunciou.

Bruna Fioruci, coordenadora do Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing, destacou a importância de a Superintendência do HCFMB entender como estratégica a atuação da Comunicação. “Entre as nossas principais funções está o papel de divulgar externamente informações que reforcem a atuação positiva do Hospital e o impacto que isso representa para a sociedade”, frisou. “Esperamos ser os olhos da instituição dentro e fora do Hospital”, acrescentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here