HCFMB recebe vacinas do Instituto Butantan e imuniza a primeira profissional de saúde do interior do Estado

0
706

Técnica de Enfermagem da UTI COVID é a primeira vacinada do HCFMB

              

No fim da tarde de ontem, 18, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi o terceiro hospital a receber as primeiras doses da vacina do Instituto Butantan distribuídas no Estado.

Na presença do Governador João Doria, do Superintendente do HCFMB Dr. André Balbi, e demais autoridades municipais, o HCFMB foi o primeiro hospital da região a iniciar a vacinação em profissionais da saúde, priorizando os que atuam na linha de frente no tratamento de pacientes da COVID-19.

Primeira pessoa vacinada do HC e do interior do Estado, a técnica de enfermagem da UTICOVID Jasilene Rosa de Lima, 40, se emocionou e agradeceu pela oportunidade de receber a primeira dose da vacina. Jasilene pegou o coronavírus em julho, mesmo tomando todos os cuidados. Porém não apresentou sintomas – apenas o marido evoluiu com um quadro mais grave. Após uma semana lutando contra a doença internado na UTI onde a própria esposa trabalhava, apesar de todos os esforços das equipes médicas, infelizmente o marido faleceu.

“Agradeço por estar aqui neste momento tão importante e mesmo após muita luta, me sinto vencedora. Apesar de ter perdido meu marido para a COVID-19, optei por voltar a trabalhar na UTI do HCFMB por gratidão à equipe que me apoiou e cuidou do meu marido, além do amor aos pacientes”, relata

O HCFMB foi selecionado para a fase prioritária da vacinação por ser um hospital-escola regional, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação. O Hospital recebeu 4.400 doses da vacina e até a tarde de hoje, 19, já havia vacinado 215 profissionais da linha de frente. A campanha continua e os servidores serão convocados previamente, em ordem prioritária. Cerca de 3 mil servidores devem ser vacinados.

O Superintendente do HCFMB Dr. André Balbi afirmou que estar entre os primeiros hospitais a receber a vacina no Brasil é motivo de orgulho e reconhecimento. “A chegada das vacinas no HC, além de ser um momento histórico, é um momento onde renovamos a esperança. Nada mais justo que profissionais da saúde como a Jasilene sejam reconhecidos e colocados como prioridade”, diz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here