Hemocentro do HCFMB recebe doações de macas para coleta externa

0
205

Na última sexta-feira, 9, o Hemocentro do Hospital das Clínicas  da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) recebeu a doação de 7 macas portáteis da Associação Paulista de Medicina (APM) de Botucatu. A entrega foi realizada durante uma ação de coleta externa na sede da APM, que contou com o apoio do Rotary Club de Botucatu e da Unimed Botucatu.

O presidente da APM Botucatu e também rotariano, Dr. Roberto Vaz Piesco, sentiu-se honrado em contribuir com a doação das macas e também cedendo a sede para a coleta externa. “Ajudar o Hemocentro é uma honra, pois o importante é sensibilizar a população para a importância de doar sangue, algo que não faz mal nem prejudica a saúde de ninguém e salva muitas vidas. Além disso, o Hemocentro tinha a necessidade de renovar as macas utilizadas na coleta externa e estes novos equipamentos são ideais, porque são fáceis de transportar e montar. Estamos felizes por ajudar e pretendemos fazer mais campanhas como estas”.

De acordo com Marco Aurélio Cruz Andreotti, presidente do Rotary Club de Botucatu no biênio 2020-2021, a campanha de doação de sangue homenageia o rotariano Mario de Campos, falecido recentemente, e teve o intuito primeiramente de coletar mais de 60 bolsas de sangue, com doadores pré-agendados com antecedência. “Estamos fazendo esta primeira campanha porque vimos os desafios do Hemocentro, por conta da pandemia e das proximidades do final do ano. É gratificante poder ajudar e lembramos que a nossa campanha vai até o mês de dezembro, para que as pessoas possam ir ao Hemocentro realizar este gesto de amor”.

E foi o rotariano Jaime França Filho que teve a ideia de realizar ações em prol do Hemocentro do HCFMB. “Eu sou doador de sangue e vou ao Hemocentro todos os anos. Na última vez em que estive lá, percebi o grande déficit de doações e decidi ajudar. O Rotary abraçou a causa, pois nosso objetivo é servir à comunidade. Reunimos alguns parceiros e fizemos esta ação de coleta externa com todos os protocolos sanitários”.

A Gerente do Hemocentro Dr.ª Tamiris Dias da Silveira Lustri afirma que, com a queda nas doações de sangue por conta da pandemia, foi necessário realizar mais coletas externas em outros municípios para aumentar o estoque. “A cada coleta, deslocamos todo o material necessário, nossas macas não estavam em um bom estado e eram de difícil mobilização. Com as novas macas, a logística fica mais fácil, além de proporcionar maior conforto aos nossos doadores. Agradecemos a todos por esta doação”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here