Hospital das Clínicas recebe Treinamento sobre Enteroscopia

0
2005

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participa do primeiro treinamento de Enteroscopia que oferecerá a técnica de utilização correta e efetiva dos Enterscópios através da Enteroscopia de Balão Único. O evento é voltado para médicos e enfermeiros que atuam na área de Endoscopia Digestiva. O evento conta com apoio da empresa Olympus e do Departamento de Gestão e Atividades Acadêmicas (DGAA) do HCFMB.

As inscrições podem ser feitas através do site www.inscricoes.fmb.unesp.br/hcfmb.

 

Serão dois dias de evento, sexta-feira e sábado (10 e 11 respectivamente) sendo a abertura das palestras às 16 horas do primeiro dia, com o palestrante doutor José Inácio Senseverino, chefe do departamento de Endoscopia da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, que fará uma apresentação teórica sobre o assunto no Anfiteatro da Patologia.

Já no segundo dia a partir das 8 horas da manhã, será realizado o treinamento prático no setor da Endoscopia, com transmissão em tempo real para o auditório da Hemodinâmica.

A enteroscopia é um exame que permite a visualização do intestino delgado, segmento mais longo do trato gastrointestinal, possibilitando a avaliação de estruturas não visualizadas pela endoscopia digestiva alta e pela colonoscopia. O exame de enteroscopia é realizado apenas em alguns centros especializados em endoscopia digestiva do país.

“O exame de enteroscopia com tubo pode ser feito através da boca, quando se objetiva visualizar o intestino delgado mais perto do estômago ou através do ânus, quando se quer avaliar o intestino delgado mais perto do intestino grosso”, explica o médico organizador do treinamento, doutor Cássio Vieira de Oliveira – Chefe do Serviço de Endoscopia do Hospital das Clínicas de Botucatu – UNESP

Segundo Cássio a  enteroscopia é indicada principalmente para avaliação das doenças do intestino delgado, tais como mal formações vasculares, tumores e doenças inflamatórias do intestino (Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa). “Muitas vezes é indicada para pesquisa de anemia em alguns pacientes em que não foi encontrada a causa da mesma, ou ainda na pesquisa de sangramento intestinal oculto e/ou obscuro. Uma vez encontradas lesões, pode ser realizada cauterização de vasos, ressecção de pólipos e biópsias de lesões. Muitas vezes é indicada na urgência em pacientes com sangramento do intestino delgado”, conclui Oliveira.

Mariana Andrade – Assessoria de Comunicação e Imprensa

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here