Laboratório de Biotecnologia participa de evento das Redes Nacionais de Laboratório do Ministério da Saúde

0
953

A equipe do Laboratório de Biotecnologia Aplicada (LBA), do Núcleo de Pesquisa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), teve participação efetiva na 3ª Oficina Integrada das Redes Nacionais de Laboratórios de Contagem de Linfócitos T CD4+ e Quantificação de Carga Viral do HIV e hepatites virais.

O evento, de caráter nacional, é promovido pelo Ministério da Saúde e reuniu mais de 190 Instituições do país, dentre elas o Instituto de Infectologia Emílio Ribas (São Paulo), o Hospital das Clínicas de São Paulo (FM-USP), o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, o Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal, entre outros.

Biomédica do LBA, Márjorie de Assis Golim ministrou a palestra denominada “Conceitos Básicos de Citometria de Fluxo e discussão de casos”. O tema teve a finalidade de colaborar com a capacitação dos profissionais que compõem a rede nacional de laboratórios para realização de exames de diagnóstico e monitoramento de pacientes com HIV e hepatites virais.

De acordo com Márjorie, o convite para a palestra foi fruto do objetivo do evento de “promover a atualização do conhecimento e a padronização dos procedimentos executados pelos profissionais de saúde que atuam nos laboratórios das Redes Nacionais. Segundo o Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, considerou-se na escolha a experiência profissional em citometria de fluxo aplicada à área de imunologia”, explicou.

A palestra foi transmitida do novo estúdio do Instituto de Educação e Pesquisa em Práticas Pedagógicas (IEP3) da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB|Unesp), favorecendo o evento virtual, que contou com cerca de 500 participantes, entre eles, o biólogo  Maércio José Oliveira e a biomédica Gabriela Boni Poli, integrantes da equipe do LBA do HCFMB. 

O Laboratório de Biotecnologia Aplicada do Núcleo de Pesquisa do HCFMB participa das Redes Nacionais de Laboratório do Ministério da Saúde anualmente, sendo considerado centro de referência regional para realização de exames de diagnóstico e monitoramento de pacientes com HIV e hepatites virais.

Para a coordenadora do LBA, Professora Rejane Grotto, essa atuação nas Redes Nacionais do Ministério da Saúde é extremamente importante. “Eventos como este são valiosos para que nós possamos nos atualizar, além de nos ajudar na discussão e comparação de resultados dos testes e exames realizados”, finaliza.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here