Melanoma Maligno

0
4846

Por Dr. Sílvio Alencar Marques

Não é a doença mais frequente da pele, mas nós devemos ficar atentos! É o mais maligno dos tumores de pele, ocorre entre 30 e 60 anos de idade, incidência vem aumentando no mundo, excepcional na puberdade ,ligeiramente maior no sexo masculino e na raça branca.

Origina-se de uma “pinta” ou nevus, embora não necessariamente; pode-se ter casos familiares, e fatores físicos como a  radiação ultra violeta.

O lentigo maligno melanoma surge  sobre melanose maligna e é menos comum, ocorre entre a 6ª e a 7ª décadas de vida; alcança vários centimetros de diâmetro, sendo 90% de incidência na face e 10% nas mãos e MMII. Clinicamente tem bom prognóstico.

O melanoma extensivo superficial é o que mais se associa a lesões névicas precursoras, é a forma mais frequente (70% dos casos). Ocorre na 4ª e 5ª de vida, e ocorre no tronco e dorso do homem e MMII nas mulheres.

O melanoma nodular é o segundo mais comum (15 a 30% dos casos), ocorre na 5ª e 6ª décadas de vida e o sexo masculino é o mais afetado.

Melanoma lentiginoso acral ocorre nas  regiões palmo plantares, nas extremidades digitais, mucosas e semi-mucosas enão tem predileção por sexo.

Os sinais e sintomas de um melanoma maligno são:

A – assimetria, perda da simetria;

B-  bordos irregulares;

C- alteração de cor;

D- diâmetro maior que  0,6 cm

O tratamento é cirúrgico e dependendo do grau de invasão pode dar metástases.

Deve-se examinar o corpo como um todo e procurar lesão suspeita, e usar sempre filtro solar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here