Palestra sobre comportamento suicida é promovida pelo HCFMB nesta sexta-feira

0
890

No próximo dia 02 de outubro, será ministrada a palestra Comportamento Suicida: conhecer para prevenir, a partir das 19h, no Auditório do Instituto de Biociências da UNESP – Campus de Botucatu.

Capa do livro.
Capa do livro “Crise suicida: avaliação e manejo”. Fonte: Divulgação.

A palestra é uma realização do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, através do Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH), da Diretoria de Assistência à Saúde e do Serviço de Psicologia, além do Departamento de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria da FMB. Este momento é gratuito e aberto a toda comunidade de Botucatu e região, porém é necessário se inscrever antecipadamente.

Antes deste evento, na tarde do dia 02, haverá um Treinamento em Prevenção de Suicídio, destinado a Psicólogos, Psiquiatras e Assistentes Sociais do HCFMB e de suas unidades, além de profissionais da rede pública Municipal e Estadual de Saúde e de alunos de Graduação e Pós-Graduação na área. O curso também será no Auditório do Instituto de Biociências e o investimento será de R$ 30,00 para profissionais e R$ 20,00 para estudantes que apresentarem carteira, devendo ser pago no local do evento. As inscrições, tanto para a palestra quanto para o treinamento, podem ser feitas pelo site www.inscricoes.fmb.unesp.br/hcfmb (clicando no título do evento) até o dia 1º de outubro.

Nestes dois momentos, o palestrante será o Dr. Neury José Botega, Professor Titular do Departamento de Psicologia e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e autor do livro “Crise Suicida: avaliação e manejo” (Artmed Editora, 2015), que retrata um pouco do cenário do suícidio no Brasil.

Segundo divulgação do livro, nos últimos 60 anos, os índices de suicídio decresceram a partir da década de 1990. Entre os anos de 2000 e 2012, dentre 172 países que enviam seus dados sobre suicídio para a Organização Mundial da Saúde (OMS), em apenas 29 (17%), observou-se elevação destes índices.

No Brasil, o coeficiente médio de mortalidade por suicídio foi de 5,8 mortes para cada 100 mil habitantes, em 2012, segundo estimativa da OMS. Foram 11.821 suicídios oficialmente registrados no país, o que representa, em média, 32 mortes por dia. Este dado pode ser considerado relativamente baixo, quando comparado ao de outros países. Porém, segundo Botega, pelo Brasil ser um país populoso, ele ocupa o oitavo lugar entre os que registram os maiores números de mortes por suicídios.

Em Botucatu, segundo dados apresentados por Márcio Pinheiro Machado, Coordenador Municipal de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde, houve, no ano de 2014, 13 suicídios (segundo o SIM – Sistema de Informação de Mortalidade) e 198 tentativas de suicídio (de acordo com o SINAM – Sistema de Informação de Notificação de Agravos e Morbimortalidade). De janeiro a setembro de 2015, foram registrados 05 casos de suicídio na cidade.

Serviço
Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH)
Telefone: (14) 3811 6308
E-mail: nucaderh@fmb.unesp.br
Site: http://www.hcfmb.unesp.br//nucade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here