PS do HC de Botucatu inaugura nova ala para acomodar pacientes que aguardam internação

0
2652
Com corredores que dão acesso a nova ala.

“O objetivo é acolher de forma confortável quem necessita de atendimento público”, diz médico responsável pela nova ala, Carlos Alberto Macharelli

O Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), inaugurou, dia 5 de outubro, uma nova ala que abrigará de forma adequada pacientes acamados que estão à espera de internação. O local, denominado Sala de Observação, fica localizado ao lado da antiga Pediatria do Hospital e tem uma área total de 270,00 m², onde há quatro sanitários para pacientes, com acessibilidade para cadeirantes e macas, sendo dois com chuveiro.

A sala ainda possui uma estrutura com gases para atendimento de 20 pacientes simultâneos e um Posto de Enfermagem. “Somos uma instituição responsável e queremos evitar que pacientes fiquem acomodados nos corredores do Hospital. O objetivo é melhorar a qualidade de trabalho dos profissionais do PS, acolhendo de forma confortável quem necessita de atendimento público”, reforça o médico responsável pela nova ala do HCFMB, Carlos Alberto Macharelli.

Macharelli ainda complementa que pacientes aguardando por atendimentos em hospitais é um problema recorrente” Por isso, estamos nos estruturando para darmos atendimento adequado aos nossos pacientes”, ressalta.

Unidade Pronto-Socorro HCFMB

Destinado ao atendimento de urgência e emergência referenciado, (os pacientes são encaminhados por unidades de menor complexidade) o PS do HCFMB divide-se em atendimento pediátrico e adulto.

O atendimento pediátrico tem uma sala de emergência com três leitos sendo um destinado ao atendimento de neonatologia, e sete leitos de observação. Já o PS para atendimento adulto é dividido em salas de medicação e observação, sala de emergência com cinco leitos, e duas alas de internação com 15 leitos, que são de retaguarda para sala de emergência.

Ao todo são atendidos mais de 7000 pacientes por mês. Desses, os casos mais recorrentes são com politraumas vindos da região, trazidos pelo SAMU, concessionárias, e o Corpo de Bombeiros. A unidade também atende casos de alta complexidade, como paciente com acidente vascular cerebral, infarto agudo do miocárdio, hemorragia digestiva alta, intoxicação exógena, entre outros.

O atendimento é feito por profissionais de enfermagem que ficam à disposição dos pacientes por um período de 24 horas. Diariamente, trabalham em torno de 30 profissionais na assistência ao paciente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here