SARAD promove curso de capacitação para a abordagem intensiva do fumante a profissionais de Saúde da região

0
708

Palestras apresentaram importantes temas relacionados ao controle do tabagismo e tratamento do vício no cigarro

O cigarro é uma das drogas mais consumidas do planeta. Ele é a origem de 90% dos casos de câncer de pulmão no mundo todo. Só no Brasil, são 28.220 novos pacientes com tumores pulmonares por ano, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Portanto, profissionais de saúde devem se capacitar da melhor maneira para tratar o problema.

Participantes tomaram notas e tiraram dúvidas sobre o tabagismo

Por isso, o Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas (SARAD), unidade administrada pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), promoveram, entre os dias 27 e 28 de setembro, um curso de capacitação para a abordagem intensiva do fumante, voltado para os profissionais do SARAD, do Centro de Atenção Integral à Saúde Professor Cantídio de Moura Campos (popularmente conhecido como Cantídio) e do Departamento Regional de Saúde IV, que engloba 68 cidades.

Cerca de 60 profissionais da região participaram deste encontro, que teve o apoio logístico do Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH) do HCFMB.

Foram realizadas palestras de diversos temas relacionados ao tabagismo. Entre eles, o clínico geral do SARAD, Dr. Bruno Geovani Garcia, tratou sobre “Doenças Tabaco Relacionadas (DTR) e Protocolo de Atendimento Clínico”.

A palestra mostrou como funcionava o protocolo de atendimento, o diagnóstico clínico, com informações de grau de dependência, terapia cognitiva comportamental e apoio com medicamentos. Ele ilustrou as principais doenças e deu exemplos de como avaliar a motivação do paciente em abandonar o cigarro.

“Temos que ficar atentos ao que atrapalha, como o álcool, café e alimentos gordurosos, pois o uso do cigarro já está associado a estas práticas, e, claro, incentivar a realização de atividades físicas, que auxiliam no controle do vício e melhoram a saúde”, afirma Dr. Bruno.

Andrea Rodrigues, do CAPS de Jaú, gostou do curso, principalmente a palestra sobre narguilés

Andrea Rodrigues, enfermeira do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Jaú, participou do curso. Ela reafirmou a importância do aprendizado para complementar seu trabalho. “Vimos como é importante verificar o fumante passivo em nossa triagem. Também achei interessante a questão do uso dos narguilés, que é muito prejudicial à saúde”, diz.

Já a Dra. Sandra Silva Marques, coordenadora Estadual do programa de tabagismo do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (CRATOD) ressaltou o objetivo de qualificar os profissionais no atendimento da rede pública, principalmente na atenção primária. “Assim, melhoramos o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) e o tratamento do tabagismo. O Município se disponibilizou, através do SARAD, a fazer essa capacitação, ofertando o curso aos municípios do entorno”, afirma.

Tadeu Nunes – 4toques Comunicação

Pacientes do SARAD expuseram alguns dos trabalhos manuais feitos na instituição
Dr. Fabio Freitas Neves, Dra. Sandra Silva Marques e a enfermeira Éllis Ferreira Camargo Jorge também ministraram palestras no curso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here