SETI do HCFMB completa segunda etapa das Oficinas de Gestão

0
964

 Setor apresentou resultados do trabalho desenvolvido desde 2014

 

Na última terça-feira (27), o Serviço de Terapia Intensiva (SETI) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) recebeu, na Sala de Reuniões da Superintendência, o certificado de conclusão da segunda etapa de elaboração das ferramentas de gestão, ministradas e acompanhadas pelo Departamento de Auditoria, Avaliação e Controle.

O Chefe de Gabinete da Autarquia, Prof. Adj. André LuisBalbi, parabenizou todos os servidores da equipe pela conquista e pelo trabalho desenvolvido. “A UTI é um dos pontos-chave do Hospital, pois, sem ela, o HC não consegue cumprir plenamente suas atividades. Por isto temos que ter um olhar diferenciado para esta Unidade.Considero este o início de um processo de Qualidade que precisa ser contínuo. O trabalho das Oficinas de Gestão desenvolvido pela Justina e sua equipe é muito importante para o HC porque nos mostra o que somos capazes de fazer e, com isto, melhorar a a assistência ao paciente”.

Nesta apresentação, o Serviço apresentou, dentre outros tópicos, a valorização dos documentos elaborados (Normas e Rotinas, Procedimentos Operacionais Padrão, Indicadores e Protocolos Assistenciais) edos resultados obtidos, além das práticas de treinamento em serviço com a equipe, que facilitamna assimilação de conhecimentos e no cuidado com o paciente. Também foi destacada a nomenclatura das Alas pertencentes ao SETI: a Ala I, que fica no Pronto-Socorro, e a Ala II, estabelecida na UTI Central.

Maria Justina Dalla B. Felippe, Diretora do Departamento de Auditoria do HCFMBe responsável pelas Oficinas de Gestão,enfatizou a importância dessa reunião que mostra à alta administração do Hospital os resultados do trabalho feito desde novembro de 2014, na construção de Ferramentas de Gestão, Delineamento de Indicadores e Análise de Resultados. “O projeto foi norteado pelo desenvolvimento e de ferramentas de Gestão e capacitação da equipe, focado nas características de área de atenção. Foi feita a análise do Requisito Legal (RDC 07/2010) para identificação de características imprescindíveis a um Serviço de Terapia Intensiva, suas exigências legais e conformidades necessárias, além da sua aplicabilidade no Serviço. Foram feitas a identificação dos fornecedores para pactuações assistenciais, os Indicadores (de Processo, Estrutura e Resultados) e o Planejamento Estratégico da área. Tivemos dois anos trabalhando juntos e o resultado foi extremamente prazeroso, porque houve comprometimento das pessoas em participar deste processo, bem como uma resposta significativa na resolução das dificuldades que surgiram. Posso dizer que muitos objetivos foram atingidos esãoexpressivos, conforme dados aqui demonstrados. Agradeço a confiançae, acima de tudo, a amizade e o companheirismo de todos, que entenderam a importância do trabalho desenvolvido e desejaram concluí-lo”.

Bárbara Priscila Nery dos Santos, enfermeira responsável pelo SETI, agradeceu à equipe da Auditoria pela parceria. “Pudemos enxergar melhor o nosso trabalho com estas Ferramentas e, assim, fazê-lo da melhor forma possível com qualidade”, explica. JáLaércio Martins de Stefano, Coordenador Médico da UTI – Ala I, também ressalta a importância das Oficinas para o trabalho do SETI: “Conseguimos identificar, graças a este processo, todo o nosso trabalho de maneira mais abrangente, e não mais de modo mecânico”.

Já a Diretora do Serviço Técnico de Enfermagem de Unidades Especiais, Regina Célia de Santi Lúcio, agradeceu todo o empenho da equipe do SETI e do Departamento de Auditoria durante todo o processo. “O SETI sempre pede melhorias, não para benefício próprio, mas para que o paciente seja atendido com excelência. A valorização da capacitação e motivação da equipe, assim, torna-se um ponto principal para se oferecer a melhor assistência para o paciente, e a realização das Oficinas contribui muito para isso”.

Ana ClaudiaKochi, Coordenadora Médica da UTI – Ala II, agradeceu à Justina pela forma com que as Oficinas foram conduzidas e parabenizou a equipe de Enfermagem pela assistência prestada e pelos cuidados com os pacientes atendidos no SETI.Citou ainda a importância da participação de todos nas reuniões e na construção de todas as ferramentas desenvolvidas, bem como os resultados de todo o trabalho dos profissionais e que, hoje, consegue visualizar melhor o SETI e a importância dele no cenário hospitalar.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here