Simpósio de Reabilitação reúne alunos e profissionais de saúde no HCFMB para palestras e minicursos

0
853

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) promoveu, entre os dias 19 e 20 de maio, o II Simpósio de Reabilitação, evento organizado pela Seção Técnica de Reabilitação e pelo Núcleo de Eventos Científicos do Departamento de Gestão de Atividades Acadêmicas . A capacitação foi destinada a alunos e profissionais da Saúde.

A programação do evento contou com apresentações de trabalhos científicos, palestras e seis minicursos. A abertura, realizada no Salão Nobre do HCFMB, contou com a presença da supervisora da Seção Técnica de Reabilitação do HCFMB, a fisioterapeuta Dra. Letícia Claudia de Oliveira Antunes; e da gerente Multiprofissional do HCFMB, Drª Cristiane Mendes Chiloff, que representou o superintendente do HCFMB, Dr. André Luis Balbi.

Evento contou com palestras, minicursos
e apresentação de trabalhos

Em sua fala, Chiloff destacou que o Simpósio é uma oportunidade de reciclagem de conhecimentos e de educação continuada. “Sempre é tempo de aprimorar a assistência ao nosso paciente, o que tem sido a nossa prioridade”, afirmou. A gestora ainda enfatizou que a equipe da Seção de Reabilitação do Hospital está, permanentemente, envolvida com atividades de ensino, inclusive orientando residentes e estagiários de outros serviços.

Já a supervisora do Setor de Reabilitação, Letícia Cláudia de Oliveira Antunes, em sua apresentação relembrou a trajetória do Serviço, sua estrutura e seus avanços desde 1981, quando foi criado. No local, recebem cuidados, em ambiente ambulatorial ou internados, pacientes incapacitados por diferentes sequelas. Na reabilitação adulto, são atendidos pacientes com deficiências neurológicas, ortopédicas, pneumológicas, ginecológicas e amputações, no ambulatório de OPME (Órtese e Prótese e meios auxiliares). Já na reabilitação infanto-juvenil, são tratados casos neurológicos, atrasos de desenvolvimento motor e diversos tipos de síndromes

Letícia elencou as áreas principais de atuação da equipe que comanda: Ortopedia, Neurologia (adulto e infantil), Terapia Ocupacional (infantil e adulto), Saúde da Mulher, Geriatria, Ventilação, Reabilitação Cardiopulmonar, UTIs e leitos de enfermagem. Em 2016, segundo ela, foram realizados, em média, 10.412 atendimentos por mês. “Juntas, as especialidades de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (TO) realizaram 166.456 atendimentos no ano passado”, comenta.

Para encerrar a noite, foi realizada a palestra “Uso da válvula de fala e deglutição em pacientes traqueostomizados”, ministrada pelo fisioterapeuta Luiz Gustavo Ghion.

 

Leandro Rocha – Assessoria de Imprensa do HCFMB via 4toques comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here