Superintendência e Departamento de Gestão de Pessoas se reúnem com funcionários das Casas de Apoio

0
190

Na tarde de segunda-feira, 19, os funcionários das Casas de Apoio do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) se reuniram para um café da tarde nas dependências de uma das unidades, chamada Casa de Associações. O encontro contou com a presença do Superintendente do Hospital, Dr. André Balbi; da Diretora do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), Adriana Viriato Godoy, e do Gerente Estratégico do DGP, José Alexandre da Silva Leal.

Na ocasião, os dirigentes e funcionários das Casas de Apoio puderam partilhar experiências, tirar dúvidas e apresentar sugestões que possam resultar em melhorias para os processos e para o ambiente de trabalho.

Segundo o diretor do Núcleo de Casas de Apoio, Rubens de Almeida, a oportunidade de um contato mais direto com os gestores permite que as equipes conheçam de forma mais abrangente os desafios e a realidade vivida pelo HC. Segundo ele, a visita já era um compromisso que o Dr. André havia assumido por conta da institucionalização das Casas de Apoio como unidade especial ligada à Superintendência.

“Essa nova condição só reforça a importância do nosso papel como suporte aos pacientes e suas famílias e no complemento aos leitos hospitalares. O diálogo permanente com a Superintendência e a preocupação com os servidores cria um ambiente cada vez melhor para que possamos desenvolver nosso trabalho. Espero que reuniões como essa aconteçam com frequência”.

Gestora do Núcleo de Casas de Apoio, a assistente social Solange S. de Moraes relata a importância desta reunião no momento em que as Casas estão oficialmente inseridas na proposta do novo organograma do HCFMB, apresentada no início de 2020. “Foi um diálogo bastante esclarecedor. Agradecemos a oportunidade deste contato pessoal e percebemos o comprometimento da gestão com os funcionários e com o HC em geral”, afirma.

A Diretora do Departamento de Gestão de Pessoas (DGP), Adriana Viriato Godoy, avalia que a disponibilidade dos gestores em dialogar com as equipes traz uma série de benefícios para o ambiente de trabalho. “A diretriz da Superintendência é que atuemos como uma equipe única. Isso nos fortalece. Daí a importância de estarmos próximos de todas as áreas, humanizando a relação. O funcionário se sente mais acolhido e valorizado quando vê que seu papel é importante para a instituição”.

O Superintendente do HCFMB reforça a importância do trabalho das Casas de Apoio no Complexo HC. “Trata-se de uma estrutura fundamental, que oferece aos pacientes e familiares, muitas vezes fragilizados por doenças graves, o acolhimento necessário para que se concentrem no tratamento de saúde. A equipe é muito boa. Esse trabalho cresceu muito nos últimos anos e institucionalizar as Casas de Apoio é reconhecer o papel que elas cumprem dentro do Complexo HC”, afirma Balbi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here