Treinamento sobre Trabalho em Altura é realizado no HCFMB

0
518

Nos meses de março e abril, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e o Núcleo de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (NUCADE-RH) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) promoveram um treinamento sobre Trabalho em Altura para os funcionários do SESMT, da Manutenção do HCFMB e do Centro Tecnológico; da sede da Famesp, da Engenharia Clínica da Famesp (CETEC) e das Casas de Apoio.

As atividades teóricas e práticas do treinamento foram ministradas pelo bombeiro civil Eric Pita Capelup e pelo engenheiro de segurança no trabalho Rafael Ribeiro Padula. Dentre outros conteúdos, os participantes, divididos em duas turmas, puderam aprender sobre inspeção de segurança, uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), prevenção de acidentes e condutas em situações de emergência e primeiros socorros.

Os conteúdos passados no treinamento integram a Norma Regulamentadora (NR) 35, do Ministério do Trabalho, que constitui os requisitos mínimos de proteção para o trabalho em altura, garantindo a segurança aos trabalhadores que, direta ou indiretamente, realizam serviços desta natureza.

Segundo a NR 35, considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2 metros do nível inferior, em que haja risco de queda. O diretor do SESMT do HCFMB Fabio Suraci Picchiotti comentou sobre o treinamento sob a ótica da Segurança do Trabalho. “Este treinamento permite ao trabalhador conhecer as ferramentas e medidas necessárias para realizar este tipo de trabalho de forma segura. É importante ressaltar que a queda em altura está entre as principais causas de acidentes no mundo”.

Rafael destaca os benefícios do treinamento para o trabalho dos funcionários e para o Hospital. “Uma capacitação bem feita tem o intuito de proteger não somente trabalhadores que executam atividade com risco de queda, mas todos os usuários do Hospital. Aplicamos diversas atividades práticas para mostrar que é possível executar o trabalho com segurança e como isso pode ser feito”, finaliza.

Maíra Masiero – Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing HCFMB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here