Coordenação geral: Profa. Dra. Cristiane Lara Mendes Chiloff

Cursos

Coordenação: Profa. Dra. Cristina Maria Garcia de Lima Parada
Público alvo: Enfermagem
Duração: 1 ano
Descrição: O Curso de Especialização em Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) tem por objetivo ampliar e aprofundar competências e habilidades do enfermeiro, para o gerenciamento do cuidado de enfermagem de pacientes clínicos e cirúrgicos, atendidos em serviços de saúde de alta complexidade. Propõe-se a desenvolver competências para o raciocínio clínico e pensamento crítico, voltados aos fenômenos de enfermagem, a parir do reconhecimento das singularidades de cada indivíduo e desenvolvimento de permanente reflexão acerca dos próprios conhecimentos, buscando desenvolver trabalho multiprofissional em seis diferentes áreas, cujos objetivos são apresentados a seguir:
1. Neonatologia: desenvolver o cuidado de enfermagem centrado ao recém-nascido e à família no âmbito hospitalar, por meio da SAE e do Processo de Enfermagem (PE).
2. Clínica: desenvolver o cuidado de enfermagem integral e sistematizado a pacientes clínicos no âmbito hospitalar, a parir de raciocínio crítico reflexivo, por meio da SAE e do PE.
3. Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar: desenvolver o cuidado de enfermagem a pacientes com doenças infecciosas e atuar nas ações de vigilância epidemiológica, por meio da SAE e do PE.
4. Hematologia e Hemoterapia: desenvolver o cuidado de enfermagem integral ao doador e receptor de sangue e seus derivados, visando à promoção da saúde e à segurança do doador e do receptor, por meio da SAE e do PE.
5. Urgência e Emergência: desenvolver o cuidado de enfermagem aos pacientes em situação crítica, por meio da SAE e do PE.
6. Perioperatória: desenvolver o cuidado de enfermagem ao paciente cirúrgico nos períodos pré, trans e pós-operatório imediato em sala de recuperação pós-anestésica, por meio da SAE Perioperatória e do PE, além de realizar a gestão da central de material esterilizado.
Coordenação: Profa. Dra. Flavia Helena Pereira Padovani
Público alvo: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional
Duração: 1 ano
Descrição: Este Curso propõe a formação de recursos humanos para a Atenção Integral à Saúde da Criança e do Adolescente, portanto cada profissional de saúde deverá desenvolver competência para realizar a gestão, planejamento e execução de assistência individual e coletiva ao paciente e sua família, com fundamentação nos pressupostos da integralidade, da humanização considerando a realidade social e econômica, garantindo intervenções seguras e resolutivas, além de evitar ações desnecessárias, qualificando a assistência prestada.
De forma específica, tem-se que:
1. Fisioterapia : O fisioterapeuta se especializará na assistência fisioterápica cardiopulmonar, músculo-esquelética e neurológica em recém-nascidos, crianças e adolescentes.
2. Fonoaudiologia : O candidato deverá optar por uma das diferentes subáreas: Disfagia hospitalar ou Linguagem
     2.1. Disfagia hospitalar: O fonoaudiólogo da subárea de disfagia hospitalar se  especializará na realização de diagnóstico e intervenção das alterações de deglutição do neonato, criança e do adolescente.
    2.2. Linguagem: O fonoaudiólogo da subárea de linguagem se especializará na realização de diagnóstico e intervenção das alterações de fala e linguagem de crianças e adolescentes.
3. Nutrição: O nutricionista se especializará na avaliação nutricional, educação nutricional e dietoterapia em doenças das crianças e dos adolescentes.
4. Odontologia: O dentista se especializará em atendimento odontológico de crianças e adolescentes com o foco no diagnóstico e tratamento em âmbito hospitalar.
5. Psicologia: O candidato deverá optar por uma das diferentes subáreas: Psicologia hospitalar ou Psicologia em saúde mental
5.1. Psicologia hospitalar: O psicólogo hospitalar se especializará na avaliação psicodiagnóstica e de desenvolvimento neuropsicomotor, no atendimento psicológico de crianças e adolescentes adoecidas ou com agravos à saúde, assistidos em enfermarias e/ou ambulatorialmente, e seus familiares.
5.2. Psicologia em saúde mental: O psicólogo em saúde mental se especializará na avaliação psicodiagnóstica e psicológica, no atendimento psicológico grupal e individual a crianças e adolescentes em sofrimento psíquico e/ou com transtornos mentais, assistidos em enfermarias e/ou ambulatorialmente, e seus familiares.
6. Serviço Social: O assistente social se especializará no acolhimento, na assistência e nas orientações sociais baseados no ECA e nos demais recursos disponíveis nas políticas públicas, à criança, à adolescente e ao seu familiar.
7. Terapia Ocupacional: O terapeuta ocupacional se especializará no atendimento de terapia ocupacional individual e em grupo para crianças e adolescentes em sofrimento psíquico e/ou com transtornos mentais assistidos em enfermarias e/ou ambulatorialmente, e familiares, compreendendo os processos relacionados ao desenvolvimento biopsicosocial.

Coordenação: Profa. Dra. Maria Odete Simão

Público alvo: Profissionais graduados em Biblioteconomia, Ciências da Computação, Comunicação Social, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Duração: 1 ano

Descrição: Este curso busca especializar profissionais de diversas áreas da saúde para atender indivíduos adultos e idosos, de forma integral, preservando condições de saúde, inserção social, qualidade de vida e a manutenção da capacidade funcional. Portanto, o profissional especializado neste curso terá adquirido competências para prestar assistência em sua área de formação à Saúde para o Adulto e a Pessoa Idosa. Cada profissional de saúde desenvolverá competência para gerenciar o processo de assistência individual e coletiva ao paciente em atenção ambulatorial e hospitalar e a sua família, com fundamentação nos pressupostos da integralidade, da humanização, da epidemiologia, do raciocínio clínico e crítico no contexto ambulatorial e hospitalar, considerando a realidade social, garantindo intervenções seguras e resolutivas, além de evitar ações desnecessárias, qualificando a assistência prestada ao usuário, de acordo com o estabelecido pelo SUS. Cada profissional na sua área deverá prestar assistência especializada com implementação das políticas públicas, com qualidade e contribuir na produção e utilização de conhecimento científico, com responsabilidade social, política, ética e legal, respeitando as especificidades de cada uma das áreas profissionais envolvidas.

  1. Enfermagem: Estará capacitado para atuar nas Unidades de Diálises, nos diferentes tratamentos dialíticos, colaborando com a equipe na escolha do método mais adequado para cada paciente.
  2. Fisioterapia: Estará apto para prestar assistência para adultos e idosos, no âmbito hospitalar e ambulatorial, no tratamento das principais doenças crônicas que acomete essa população.
  3. Fonoaudiologia: Serão capacitados para atendimento na área de disfagia, foniatria e fononcologia, definindo junto a equipe multidisciplinar melhor conduta terapêutica para cada paciente.
  4. Nutrição: Será capacitado para avaliação e educação nutricional, dietoterapia nas principais doenças crônicas.
  5. Odontologia: Será capacitado para identificar alterações no meio bucal na interface com o tratamento de doenças crônicas e definir condutas terapêuticas junto a equipe multidisciplinar.
  6. Psicologia: Serão capacitados para atuar de forma interdisciplinar; realizar atendimento psicológico individual e grupal; diagnóstico, avaliação e intervenção em saúde; participar de discussões em equipe multidisciplinar; construir raciocínio clínico atribuído ao campo da psicologia em saúde.
    6.1. Subárea: Psicologia em Saúde
    O profissional ao término do curso estará capacitado ao cuidado de indivíduos portadores de diferentes condições tanto agudas quanto crônicas. Estará também capacitado a atuar no campo da saúde de forma interdisciplinar; realizar atendimento psicológico individual e grupal, em contexto ambulatorial, de enfermaria, urgência médica e com dispositivos de outros níveis de atenção à saúde; realizar diagnóstico, avaliação e intervenção em saúde; participar de discussões em equipe multidisciplinar; construir raciocínio clínico atribuído ao campo da psicologia em saúde; elaborar relatórios e documentos técnicos pertinentes; desenvolver e aprimorar habilidades de escrita científica.
    6.2. Subárea: Psicologia Hospitalar em Gastroenterologia
    O profissional ao término do curso estará capacitado a atuar no campo da saúde de forma interdisciplinar; realizar atendimento psicológico individual e grupal supervisionado em diferentes ambulatórios associados à Gastroclínica, atendimento aos pacientes internados aos cuidados da Gastroclínica e seus familiares. Realizando avaliação e intervenção em saúde; participar de discussões em equipe multidisciplinar; construir raciocínio clínico atribuído ao campo da Psicologia em Saúde e Psicologia Hospitalar; desenvolver e aprimorar habilidades de escrita científica.
  7. Ciências da computação, Biblioteconomia e Comunicação Social: Estarão capacitados para traduzir a informação acadêmica para uma linguagem acessível a população, trazendo a luz informações fundamentais para a prevenção e tratamento das doenças que acometem adultos e idosos.
  8. Serviço Social: Estará apto para realizar práticas de atendimento direto ao paciente, familiares e acompanhantes, de maneira integrada e humanizada, a fim de fornecer informações por meio de orientações (abordagens individuais e/ou grupais) e/ou encaminhamentos quanto aos direitos sociais no processo de adoecimento.
  9. Terapia ocupacional: Estará capacitado para atuar na área da saúde mental hospitalar e ambulatorial e seus diversos contextos e demandas interinstitucionais, numa perspectiva multiprofissional e interprofissional, em consonância com os princípios do SUS.

Coordenação: Profa. Dra. Margareth Aparecida Santini Almeida

Público alvo: Graduados em ciência da computação/informática e sistemas da informação, ciências sociais, enfermagem, fisioterapia, nutrição, pedagogia, saúde coletiva/saúde pública e serviço social.

Duração: 1 ano

Descrição: Capacitar profissionais de diferentes áreas de formação, por meio de conhecimentos teóricos e práticos, para o exercício de suas funções nas áreas de gestão, planejamento e cuidado nas redes de atenção em saúde, possibilitando responder com qualidade às demandas do SUS. Portanto, cada profissional deverá desenvolver competência para obter uma visão crítica e reflexiva de como superar a fragmentação do sistema com o enfrentamento dentro da realidade de saúde onde atua.

De forma específica, espera-se a formação profissional com os seguintes perfis:

  1. Ciência da Computação/ Informática e Sistemas de Informação
    Especializada com conhecimentos, habilidades e competências para identificar e atender às crescentes demandas pelo uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na área de saúde digital, em consonância às recomendações da Organização Mundial da Saúde.
    Público -alvo: Graduados em Ciências da Computação; Sistemas de Informação.

    2.Enfermagem
    Enfermeiro especialista apto a cuidar, assistir, gerenciar, administrar, educar, pesquisar e exercer participação política e social para a transformação da sociedade, com liderança, autonomia e exercício da prática colaborativa interprofissional, em defesa da vida e do SUS, tendo como referência a realidade epidemiológica.
    Público-alvo: Graduados em Enfermagem.

    3. Fisioterapia
    Fisioterapeuta especialista apto a articular a educação em saúde em sua prática cotidiana, desenvolver conhecimentos e habilidades requeridos para a promoção, proteção, tratamento e recuperação da saúde, coordenar ações educativas nos serviços de saúde e comunidade, de acordo com necessidades da população e determinantes sociais.
    Público-alvo: Graduados em Fisioterapia.

    4. Gestão em Rede de Atenção
    Especialista em gestão de serviços, apto a realizar diagnóstico de saúde e organizar os serviços de forma articulada e integrada na Rede de Atenção. Gestão de indicadores hospitalares, sociodemográficos e diagnóstico populacional de saúde, apto a atuar em rede de atenção.
    Público-alvo: Graduados em Ciências Sociais; Saúde Coletiva/Saúde Pública, Psicologia e Serviço Social

    5. Nutrição
    Especialista em atenção nutricional à criança, adulto e idoso, com ênfase na avaliação nutricional e alimentar, terapia nutricional e educação na saúde articulada à Rede de Atenção.
    Publico-alvo: Graduados em Nutrição.

    6. Pedagogia – Profissionais de Saúde
    Especialista em cuidado interprofissional com ênfase na mentoria como estratégia de promoção da saúde, na construção coletiva de estratégias de enfrentamento das práticas que medicalizam processos de atendimento de jovens.
    Publico-alvo: Graduados em Pedagogia

    7. Saúde Escolar
    Especialista na aplicação dos princípios do Sistema Único de Saúde no desenvolvimento de ações que visam a escolarização de boa qualidade das crianças que necessitam de atenção em todos os níveis da rede; na construção coletiva de estratégias de enfrentamento das práticas que medicalizam processos de atendimento de crianças, com ênfase no cuidado interprofissional articulado à Rede de Atenção
    Publico-alvo: Graduados em Pedagogia e Enfermagem

Coordenação: Profa. Dra. Patricia Carvalho Garcia
Público alvo: Graduados em Biomedicina, Ciências Biológicas, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, Farmácia, Física Médica, Medicina Veterinária.
Duração: 1 ano
Descrição: Este curso visa especializar os profissionais de diferentes áreas do conhecimento em inovações diagnósticas e terapêuticas com intuito de colaborar na prevenção, diagnóstico precoce das doenças e na facilitação do tratamento e consequentemente na redução de risco de sequelas nos usuários/pacientes. Ao final do curso, o especialista deverá ser capaz de:
  1. Biomédico: executar diversos exames, interpretar, emitir laudos clínico-laboratoriais e aprimorar novas tecnologias como procedimentos específicos que envolvem métodos de diagnóstico de imagem médica. Na área de biotecnologia poderá atuar em análises de bioinformática, biologia molecular, cultura de células e tecidos, desenvolvimento e produção e de materiais, equipamentos e kits biológicos, engenharia genética, processos biológicos de fermentação e transformação.
  2. Biólogo: atuar em análises e diagnósticos, gestão da qualidade, treinamento e ensino na área de saúde, entre outros. Na área de biotecnologia poderá atuar em análises de bioinformática, biologia molecular, cultura de células e tecidos, desenvolvimento e produção e de materiais, equipamentos e kits biológicos, engenharia genética, processos biológicos de fermentação e transformação.
  3. Engenheiro de Bioprocessos e Biotecnologia: desenvolver e aplicar o controle de processos biotecnológicos em escala adequada para o SUS. Aplicar novas tecnologias na área da saúde, de alimentos, química e biológica. Otimizar processos produtivos, na projeção de equipamentos e desenvolvimento de projetos relacionados às transformações biológicas.
  4. Farmacêutico: realizar procedimentos relacionados à análise de materiais biológicos, coleta de materiais, análise de exame laboratorial, interpretação, emissão de laudos clínico-laboratorial. Atuar nos avanços tecnológicos de novos marcadores laboratoriais e terapêuticos e nas atividades de garantia da qualidade de produtos e processos.
  5. Físico-Médico: articular conhecimentos e técnicas específicas da Física, Biologia e Medicina. Atuar nas áreas de radiologia diagnóstica e intervencionista, medicina nuclear, radioterapia, radiocirurgia, proteção radiológica, metrologia das radiações, biomagnetismo, radiobiologia, processamento de sinais e imagens biomédicas, participando da elaboração das bases necessárias de medição de variáveis biomédicas, desde calibração de equipamentos e monitoração de controle de radiação até o controle de qualidade.
  6. Médico Veterinário: prevenir, controlar, erradicar e tratar doenças em animais, pesquisar e tratar doenças transmitidas pelos animais aos seres humanos (zoonoses) fiscalizar e controlar a qualidade de produtos de origem animal. Preservar a saúde pública e animal, a produção, nutrição e o melhoramento animal, a defesa sanitária, o planejamento, gerenciamento e educação em saúde, a inspeção e atuar em vigilância sanitária, promovendo um domínio sanitário da produção à comercialização.